domingo, 31 de outubro de 2010

Completinha

Fechamos a IV Semana da Contribuição MCP com mais da safadeza lírica do mago @Heru_sa.

Ela foi uma das poucas profissionais que contratei e não me arrependi.
Corpo admirável, prestava seus serviços com entrega total, sem nenhuma frescura, sentando onde tinha que sentar e engolindo o que tinha que engolir, sem látex, "all inclusive, no extra charges".
Aliás, desempenho oral marcante, inesquecível, massagem no saco com uma mão e a outra, com perfeição, revezando o ritmo com a boca, língua e dentes.
Não perguntem o nome, não faço a menor ideia. Se precisarem de um, procurem nos anúncios e escolham qualquer nome entre as universitárias completinhas, que serve.
O fato é que, passados alguns anos, hoje a vi na fila do restaurante por quilo, e tive que controlar o pensamento para não demonstrar demais o meu enrijecido entusiasmo em reencontrá-la.
Claro que não me reconheceu. E bastou aquele primeiro momento de dúvida, é ela não é, para evaporar-se qualquer pretensão de ir conversar. Duas menininhas, uniforme pré-escolar, correm em direção a ela, mamãe, mamãe...O suficiente para disparar meu alarme, epa... e dito e feito, atrás das crianças o suposto pai, cara de boa gente, inocente até, beijos e abraços na reunião familiar.
Não dá para afirmar que o mundo tenha perdido uma excelente profissional, pois nunca se sabe. Mas com certeza ganhou um marido sortudo

11 comentários:

Vampira Dea disse...

Histórias assim hoje são mais comuns do que possamos imaginar...

Mari - é como quero ser chamada. disse...

ver este outro lado da moeda foi legal(a parte do marido sortudo).

Luna Sanchez disse...

Mulheres versáteis, que lindo! Aposto que essa aí não teve crises nem depressão por abandonar a carreira e passar a dedicar-se ao lar e à família.

;)

ℓυηα

Única e Exclusiva disse...

Viajei nesta história, nádegas a declarar! =P

On The Rocks disse...

bacana, man. muito bom mesmo.

você soube dosar as coisas.

abs

Tarcísio Buenas. disse...

ah, tenho esse outro blog onde escrevo poemas eróticos.

minicontosperversos disse...

Como o conto é3 do @heru_sa, só vamos responder o comentário da Luna, que chamou a atenção:

SE VOCÊ PRESTAR ATENÇÃO, BELA, VAI VER QUE, NÃO NECESSARIAMENTE ELA ABANDONOU A CARREIRA

Anônimo disse...

Seguindo vc no twiter, vc comentou sobre o livro pocket a ser lançado. Que encontraria-mos nos supermercados Condor e livrarias de Curitiba, não encontrei nada ainda. Já foi lançado?

Raoni Moura e Carolina Zuppo Abed disse...

Grande história, deixa aquela "pulguinha" atrás da orelha. Muito legal!!

Luna Sanchez disse...

Justamente por ter prestado atenção eu digo que ela não deve ter passado por crise alguma. ;)

ℓυηα

ratoderua disse...

Marido sortudo...

... Ou não.

A gente nunca, sabe, né?