quinta-feira, 15 de janeiro de 2009

Consorte

O fato de eu trabalhar como hostess nunca incomodou meu marido. Os clientes pagam bem só para conversar, e também recebo comissão pelas bebidas que eles consomem. A gente ganha presentes caros, já ganhei até um carro, mas sempre me comportei.

A idéia é que a relação com os clientes fique só no âmbito da fantasia, mas desde que conheci você tenho me saído uma safada. Vivo imaginando uma traição no estilo dois caras me possuindo. Antes, quando passavam a mão em mim no bar eu fazia cara feia e me afastava. Hoje abro as pernas. Até no ginecologista vou depiladinha, pois acho que ele vai gostar de olhar. Você fez um buraco na minha moral.

:: 13.06.2003 ::

13 comentários:

A Senhora disse...

Aposto que ela está falando do mini contos perversos! :)

Saudades de você, querido!

J i l s disse...

eita nóis!!
tava com saudade do teu blog...
mas só volto a ativa na blogsfera em fevereiro até lá Férias!!!

bjus e ótimo 2009

A Outra disse...

uia!
consorte sortuuudo... tá, perdoa a redundância.

hehehe

bjsss

Luciene de Morais disse...

O BURACO

Projetei no outro
O que em mim já havia
Só descortinou
O que ali jazia...

BitterSweet disse...

Safadeeeeeeeeeeeenha! Mas quem não é?

Lilian Dalledone disse...

Todo mundo guarda um "quê" de selvagem dentro de si...

Ragas disse...

Gustavão, um ano novo incrível pra vc e que venham muitos livros nessa caminhada!!!

Abrazzo Ragazzo

Jairo Souza disse...

Putz! pelo menos ela é honesta com o cara neah!
hauahuahuauaha
texto hilário!

blackcocada disse...

A "des"latência do ID.

Toninho Moura disse...

Pois é, nada como causar um efeito devastador!

minicontosperversos disse...

Preparem-se: hoje, mais tarde, conto novo no ar

PER-VER-SO

minicontosperversos disse...

Interessante essa coisa de várias interpretações. Concordamos que esse título "consorte" ficou dúbio. E "hostess" é bem vago também para a gente. Porque brasileiro jamais pagaria mulher só pra conversar. Isso vem de outras culturas. Talvez um título melhor fosse "Acompanhante"

Enfim, vamos aos tocos (confessamos que andamos com pouca para respostas malcriadas...)

Mirian - amamos sua interpretação, querida; JÁ IMAGINOU... O MCP CORROMPENDO AS PESSOAS?

e estamos com saudade também; logo voltamos com as baterias recarregadas

Jils - ok, querida, aproveite; e apronte!

A outra - bela, aqui todo pecado é plenamente perdoado; imagina... com essa sua brincadeirinha linguística vc ganha estrelinhas

Luciene - linda interpretação em versos; logo experimentaremos alguns assim encaixados em continhos

Bitter Sweet - Mas... e vc, é?

Lilian - lou Reed dizia, "Hey baby, take a walk on the wild side"; vc já abriu a jaula?

Ragas - Um para cada um de nós!

Jairo - Com o cara; já com o marido...

Blackcocada - O jeito é jogar o tijolo na vitrine e comer o bolo...

Toninho - Mas não é pra isso que a gente veio ao mundo?

Renatinha disse...

Adorei isso: "desde que conheci você tenho me saído uma safada". Engraçado que nunca são os maridos que nos fazem sentir assim... por quê será MCP? Você, com todo o seu conhecimento, saberá responder? Ou isso deverá ser explicado através de conto?