sexta-feira, 12 de junho de 2009

Dia dos namorados macabro III

Silvinha tinha um grupo de amigos descolado. Saíam, bebiam todas, viajavam, muita música e dança, curtição na praia e no campo, baladas. De mulher tinha só ela, mas eles se tratavam como camaradas, muita sintonia. Algumas brincadeiras quentes eram normais, mas Silvinha sabia manter a distância segura. Às vezes ela exagerava na bebida e dava umas apagadas, mas nada que não desse pra administrar. No final de semana do dia dos namorados, Silvinha foi com a turma num sítio, a "festa dos encalhados". Na noite da véspera de Santo Antônio, sentiu um solavanco e acordou do transe. Percebeu que estava sendo estuprada pelos amigos, ficou lúcida do susto e começou a gritar. Sua voz foi sufocada com violência, o último presente de Silvinha. O freezer da churrasqueira nunca mais foi o mesmo.

:: 09.06.2009 :: Tudo diferente a partir de segunda-feira - AGUARDEM

30 comentários:

Cacau disse...

Espero!!
Que horror, quanta violência....rs
Gostaria mais de um texto com corações e poesia, mas não seria sua linha claro ...rs
Para uma série tipo "JOGOS MORTAIS" perfeito...rs
fantástico...rs

Cleyton disse...

Meu Deus, que perversão. kkkkkkkk

eLi disse...

Conheço alguém que já passou por isso, mas a história foi até o sexo "sem consentimento" dela (e não acabou no freezer!!!)

Em se tratando de homens, nunca se pode confiar na sintonia e camaradagem. Juntou bebida+festa para encalhados, então, dá no que dá (e dá!)

Abração!

Ives Nelson disse...

Otária foi ela... confiança?? hehehehehehe

nin@ disse...

Meu Deus... q horror!!! Bem, vindo de vc...rsss prefiro não comentar... Só uma dúvida ao contista: A concordância do adjetivo "descolado", está nos amigos ou no grupo??? Fiquei na dúvida, mas desconfio q deveria concordar com "amigos", se eu estiver errada, desculpa amore...

A Senhora disse...

Que raio de dia dos namorados, hein, lindinho! :)

Mas teve um cara que fez isso com a namo, não teve? E ainda esquartejou. E guardou no freezer.

Eca. Você foi perverso.

beijinhos

Única y Exclusiva disse...

Isso que dar [dá?!] confiança a um bando de homens bêbados; o final ficou esplêndido. Tenho um filme pra te indicar: Estripador de Las Vegas, é macabro!!

Bjos e xerôs ú&e

Altavolt disse...

É perverso, mas tem bastante inspiração na realidade. Esquartejadores vivem aprontando por aí. Quanto ao estupro, há acontecimentos recentes e parecidos em universidades. Boba da Silvinha. Por isso que tem uma corrente que defende veementemente que não existe amizade verdadeira entre homem e mulher.

Anônimo disse...

Gu.... kd romantismo da data ???
que horror!!!! nao nao...rsss
beijoka

louise disse...

ARGH

...mas amei os outros!

nina. disse...

O.O

nossa.

tanto tempo sem aparecer,
confesso que fiquei chocada

rs'

Carol disse...

Putz! Sabia que você iria se superar, mas não esperava que fosse tanto...
Impecável, como sempre!

@eLi @Ives Nelson - me expliquem melhor... então, não podemos confiar nos homens? risos... Em nenhum? (eu ainda confio em alguns... muito louca?)

Agora, tenho que confessar: a notícia do livro saindo do forno e ainda inovando com a animação roubou a cena! Você está de PARABÉNS! Fico muito feliz por esta sua conquista!

Pronto, parei de fazer a viagem pelos contos antigos, agora quero "usufruir deste mundinho vagabundo" através do livro. Já pode separar alguns exemplares pra mim! Falta só falar como e onde posso comprar! E estou louca pra saber o que virá a partir de amanhã!

Um beijo.

quehistoriaessa disse...

Se Nelson Rodrigues tivesse essa capacidade de síntese com certza ele se inspiraria em vc.

ehuhue

É a primeira vez que te viso no seu "McP", e gostie muito do que li.

Parabéns.

Cheguei até aqui por meio do blog do Fernando o "Coluna Fantasma". é sempre bom visitar os amigos dos amigos..
hehuehue

Abracow.

P.s. qnd tiver um tempinho dá um pulinho lá no meu "Que história é essa?".

Vampira Dea disse...

Rapaz!... agora algumas reflexões:
1 Ainda acredito na amizade homem mulher.
2 Essa de canibais não está só na ficção, pois anos atrás uma mulher matou, esquartejou e fritou no dendê o marido com a ajuda da filha.( fritou pra disfarçar o cheiro da carne quando iniciasse a decomposição).
3 O chato é que ela não consentiu a brincadeirinha com isso... não eram desconhecidos, se diziam amigos, péssimos. Mas já que mataram não esperdiça né.
Agora falando sério tem uns comentários bem machistas aí né?

eLi disse...

Carol, Carol...
Tudo é questão de opinião!
Para mim, a espécie Homens-masculinnus-brutus (ehehehe) é mesmo muito complicada.
Confiança sim, todos merecem, lógico. Mas é preciso ser criteriosa!
Acredito que de homem não se possa esperar muito...tipo perfeição, entende?
Nesse assunto específico que comentei aqui, sobre a “camaradagem” dos colegas homens, acredito sim, que não haja amizade total (amizade mesmo) entre seres de sexos diferentes. Para o homem, sempre haverá, no fundo, aquele desejo de, em algum momento, reverter a situação e conseguir levar a “amiga” para a cama (ou sofá, esquina, etc), ou nem tanto: apenas um pedido de namoro ou para ficar. Enquanto isso, a mulher acredita estar contando com um amigo homem diferente, especial.
Sempre haverá interesse da parte dele, se não há, esse amigo é diferente mesmo: é gay (na boa, na boa mesmo!! O que não quer dizer que seja ruim, hã?!). E aí sim, nesse caso, você terá toda a fidelidade dele, pois não há interesse algum de transa, namoro, beijo, pegação.

E isso acaba caindo no que defende a Dea acima (vampira). Desculpe, mas amizade entre homem+mulher, existe, mas somente se um deles (principalmente o lado masculino) for homossexual. É real. Caso contrário, o super “amigo” um dia surpreenderá a garota com uma leve cantada, ou pior: uma cena de amor platônico do tipo “A gente sempre foi amigo, mas eu sempre quis mais do que isso...”.

Polêmico?
Beijos e abraços a todos!

Renatinha Tetéia disse...

Tenho certeza que amizade entre homem e mulher existe sim... eu tenho um amigo que considero como meu irmão (e ele não é gay não, tem uma namorada linda e loura)... rimos juntos, choramos juntos, trocamos confidências... consolamos um ao outro quando necessário... e sem nenhum interesse sexual de nenhuma das duas partes... mas concordo que não é a regra.

Carol disse...

Oi, eLi!
Concordo com você que a confiança tem que ser criteriosa e que não pode se esperar perfeição! Eu, pelo menos, não espero... se eu mesmo não sou perfeita, como posso exigir que o outro seja?
Agora, quanto a amizade entre homem e mulher, concordo com a @Renatinha Tetéia - acho que não tem regra.
Eu ainda acredito "estar contando com um amigo homem diferente, especial"... mas foi bom saber um pouco mais sobre o que os homens pensam... assim, fico mais esperta, né? risos...
Obrigada!
Um beijo!

Sweet Toxicant disse...

Alta, eu ainda discordo dessas afirmações de que não existe amizade verdadeira entre homens e mulheres.. e tomo como exemplo eu e meus amigos... tá certo que já "peguei" alguns deles, mas nossa amizade não foi modificada nem um centímetro... talvez tenhamos nos tornado ainda mais amigos, e a confiança é recíproca.
Eu ainda defendo que existe sim amizade verdadeira entre homens e mulheres. Eu admito que é raro, mas não é inexistente. Até porque, eu sou mais perigosa do que os meus amigos, eu acho... hahahaha!
Agora, quanto ao conto, ele também não é impossível de acontecer na vida real. A Silvinha confiou nas pessoas erradas... coitada...

minicontosperversos disse...

cacau - para corações e poesia, tem aquela revista Sabrina; aliás, alguma das leitoras quer ficar rica e reeditar aquelas novelinhas Julia e Sabrina num blog?

cleyton - nada, de leve... o pior estaria por vir (o IV), mas não deu tempo

eLi - você está 90% correto; mas existem os homos... estes se ameaçam mutuamente

ives - foi muito otária; faltou alguém orientar melhor

nin@ - no caso, o grupo era descolado

sem problemas, amore

sra. mirian/bruxa - faltou fazer churrasco

ú&e - essa sim sabe das coisas; ensina as amigas tá; festa assim, só com meu amigo zé; assitiremos o filme, obrigado!

alta - claro que existe; a amizade entre um homem e uma mulher e inversamente proporcional ao teor de beleza dela; porque se for atraente, o cara aguenta 15 anos ali, do lado, sem fazer nada; é dar a oportunidade e ele CRÉU

anônimo - o romantismo tá aqui, ó!!!!!!

louise - pelo menos entenda amensagem e nunca vá numa festa dessas (só com o zé, ok?)

nina. - de - mo - rou, linda; e agora que passou o choque, pode voltar?

carol - de você só recebemos coisas boas, linda; obrigado; e um BEIJO

quehistoriaessa - então, o nelson e o dalton, respeitamos; na época eles ganhavam por toques; por isso não se preocupavam em sintetizar; hehe

leremos seu blog sim! abraço!

vampiradea / renatinha vamos polemizar junto com o eLi: esse "machista" é relativo... nossa opinião está ali pro alta (claro, existem excessões)

mas vamos defender nosso ponto de vista escancarando pra essa mulherada a teoria do ARROZ (não conhecemos o autor) no comentário seguinte, ok? (não cabia aqui)

carol - amigo é só aquele que, se vc estiver nua (mulher não fica pelada) e ele pelado, e vc sentar no colo dele e não acontecer nada, esse sim é amigo

sweet tox - mas já pegou, entende!!! vc sublimou a tensão sexual; aí sim!!! (amamos isso em vc)

minicontosperversos disse...

Campanha de prevenção contra o ARROZ

Quem nunca se viu na incômoda situação de verificar que há um arroz rondando sua namorada? Arroz, para quem não sabe, é a denominação dada àquele que só acompanha, entendeu? É aquele cara que sua namorada fala que almoçou, que fez o trabalho da faculdade junto, que pegou carona, que senta ao seu lado no trabalho, com quem troca e-mail...

Não confundir o arroz com o Ricardão, esse sim pode eventualmente comer sua namorada, o arroz à princípio só fica em volta, grudado.

Claro que ele também quer um dia comê-la, mas ele será paciente e não se desespera em esperar anos e anos de "amizade pura e desinteressada".

Para melhor identificar essa incômoda criatura, segue um guia com suas principais características para você se prevenir dele e convencer sua namorada da existência desse cara:

1. O arroz não é viado. O viado, esse sim, é amigo de verdade da sua namorada.
2. O arroz é sempre resignado, um humilde.
3. O arroz é compreensivo.
4. O arroz não é bonito nem feio, pois se fosse bonito seria um Ricardão e se fosse feio sua namorada não andaria com ele para não pagar mico.
5. O arroz não é auto-confiante, é tímido.
6. O arroz é companheiro, ele ouve os problemas da sua namorada.
7. O arroz é humano, frágil, ele conta problemas dele, pede conselhos....
8. O arroz pode ter namorada, ser casado... mas sempre sua namorada é melhor do que a baranga dele.
9. Você é sempre mais bonito e interessante que o arroz (senão ele seria um Ricardão).
10. Só você enxerga o arroz, sua namorada desconhece ou finge desconhecer a existência do arroz.
11. Mulher feia não tem arroz, ela normalmente namora exatamente o cara que é o arroz da sua namorada.
12. O assunto "arroz" é um tabu, quando você o aborda com sua namorada ela se ofenderá, pois considerará uma desconfiança sua. Ela não entenderá que na verdade você não desconfia de ninguém: nem dela (ela apenas por ser mulher não entende o fenômeno "arroz") muito menos dele (você não desconfia, você tem certeza do que o arroz sonha um dia conseguir!).
13. O arroz é tão bonzinho que parece às ingênuas namoradas um ser desprovido de apetite sexual quando na verdade esse cereal acumula em seu âmago enorme quantidade de desejo sexual reprimido pela dita cuja.
14. O arroz não pode ser acusado pois nunca temos provas, é de conhecimento geral suas intenções mas ele não deixa rastros sendo que assim sua namorada será a principal defensora dele e você será considerado um caluniador, paranóico e pior: não entende uma amizade entre homem e mulher porque é um machista que só pensa nelas como um objeto sexual.
15. A namorada nunca dá em cima do arroz, nunca. Nem tão pouco alimenta qualquer flerte com ele! Apenas não enxerga ou não quer enxergar as verdadeiras intenções e esperanças nutridas pelo desprezível cereal.
16. O arroz nunca é pró-ativo... sempre esperará e torcerá para que sua namorada acabe logo contigo para daí agir...

O ARROZ É UM PERIGO, É UM VÍRUS QUE FICA INCUBADO E ATACA NO MOMENTO CERTO DE FRAQUEZA DA INFECTADA

Anônimo disse...

Um conselho para os homens que tem namoradas: se vcs derem um vacilo com as suas respectivas namoradas, podem ter certeza que elas vão correndo atrás do arroz P.A.

O arroz até pode ser mais na dele, fingindo só amizade, mas é só acontecer algo no relacionamento que elas vão chorar no ombro e por carência vai acabar rolando algo.

E pode ter certeza que a maioria da mulherada tem um arroz do lado

eLi disse...

Carol e Dea!
Tudo bem, cada um tem sua opinião, mas eu ainda fico na minha teoria! Mais ou menos como o Gustavo disse!

Para mim, a regra fica clara!:
Não existe amizade fiel entre homem e mulher (aquela que vale pelo interesse simplesmente da amizade em si e não pelo interesse [a longo, médio ou pequeno prazo] de pelo menos dar uns beijos) entre homem e mulher: existe SIM o ARROZ!

Ponto!

Altavolt disse...

Essa Sweet Tox é porreta! Solucionou na prática, e sem falsos moralismos, as questões mal resolvidas entre amigos de sexos opostos (ou complementares)! Pegou e relaxou a tensão, como disse o Gustavão. A partir daí, até acredito que a amizade tenha se tornado realmente verdadeira. Segundo a teoria do Arroz, com a qual concordo plenamente, é da natureza masculina sempre nutrir algum interesse sexual nas mulheres com as quais convive. A maioria dos homens já desempenhou ou desempenha o papel de Arroz e, honestamente, não vejo nenhum mal nisso. É um estepe que está ali, pronto para confortar as amigas carentes! Beijo, Sweet! Abraços a todos!

Renatinha Tetéia disse...

Legal o desfecho do conto, somando-o com os comentários... no final, teremos um belo de um churrasquinho de Silvinha, com arroz de namorada. E pra beber?

nin disse...

E essa agora??? De contar TODOS os pormenores do nosso amigo arroz??? Se bem q eu nego até morrer q tenho um amigo assim...rsss

minicontosperversos disse...

anônimo - P.A.e arroz são coisas MUITO diferentes; e esse seu conceito de mulher trai quando se sente insegura tá mais que ultrapassado; hj em dia mulher trai de qualquer jeito!

eLi - de acordo; mesmo porque, somos nós homens que estamos falando, né, nos expondo, de coração aberto

alta - é isso aí!! vamos montar um fã-clube pra sweet tox; e marcar uma festa de inauguração na qual ela tem que estar presente; num sítio; MUITA birita...

renatinha - tá bom, a gente errou exceção, mas veja o adiantado da hora e omonte de erros que cometemos...

pra beber: duas alternativas: 1) sanguinho gelado de silvinha; ou 2) "a sopinha"

nin@ - arroz tem que ser enterrado vivo e bem fundo!

o zé tem uma história de arroz: ele adora se fazer de, mas na real, sabem, né? comiquieto que só ele!!!

Renatinha Tetéia disse...

Bem... juntando todo aquele pessoal da tchurma lesgal da Silvinha (Gusta, este teu conto me lembrou muito as velhas tirinhas da Rê Bordosa, a junkie porralouca do Angeli), diria que seria um sopão comunitário, né? hehehe.

Vampira Dea disse...

Poxa! Onde eu encontro um arroz? Sempre tive amigos homens, não, eu só tenho amigos homens e que nunca rolou nada. Até que eu escorreguei, eu e já fiquei afim de alguns amigos no passado por acidente e nada rolou, mas acho que preciso agora é de um arroz, será que faz massagem nos pés?

Vampira Dea disse...

EH EH EH é tipo assim... quase um escravo né?

maria disse...

É, a vida imitou a arte num condomínio na Barra da Tijuca.