quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Bestialidade de butique

Conseguiram uma mulher para fazer a cena com o dinamarquês (não um estrangeiro, mas um cachorro). Ela disse que já tinha experimentado, que aguentava de tudo. Era meio caidaça, mas ninguém esperava uma princesa para uma cena daquelas. Prepararam a produção (era coisa barata, ao ar livre), câmeras, "booms", deram uma maquiada (rebocada) na "atriz" e começaram a rodar.

Ela chamava o cachorro dando uns tapinhas na bunda, "vem, vem". E de repente o bichão foi, enorme e todo malhado. No procura-procura encontrou o buraco errado, o que não pareceu um problema pra atriz. No começo. Então aconteceu aquele lance — não sei por que os cachorros ficam enroscados quando trepam — e o bilau prendeu nela. O cachorro deu aquela virada deixando o pinguelo para trás que nem rabo, e começou a puxar na direção contrária, arrastando a "princesa" você sabe por onde. Quase vira ela do avesso e nada de soltar. O pessoal da produção percebeu que o "ai, ai, ai" não era mais fingimento de prazer e foram ao resgate. Puxaram o cachorro por um lado e a mulher pelo outro e... nada. Só esticava mais o "couro".

Foi aí que alguém teve a brilhante ideia de jogar um balde de água gelada em cima, como a velha da rua fazia para acabar com a festa da cachorrada. Deu certo, para alívio da atriz e, também, do pessoal que assistia à bizarrice.

:: 26.06.2007 ::

14 comentários:

minicontosperversos disse...

Ah, sim, na época em que escrevemos o MCP, pesquisamos e descobrimos por que os cachorros enroscam.

Você sabe?

Quer arriscar?

Nanda disse...

Ah eu só sei pq os cachorros enterram os ossos, ahahahha

Mas eu desconfio que eles tem uma fisiologia tardia, rsrsrs Por isso demoram pra soltar a cadela, ou no caso do conto, a mulher...rs

Por isso eu digo sempre, gente pra que inventar né? Entre homem e mulher pode ser animal tbém!

Um beijo!

Moska de Bar disse...

Reza a lenda, que tinha uma puta velha e pompoarista na Vila Buarque que fazia uma par de cara "latir", ou melhor, "ganir"...rs
Boa, Gustavão!

SerPensanteQueSabeSemPrecisarTestar disse...

Os cachorros tem um músculo na base do pênis (bulbo esponjoso) que, ao encher de sangue, fica muito maior e forma um 'tampão", prendendo a cadela a ele. A ejaculação do cachorro é muito demorada e ele precisa desse "mecanismo" para que a cadela não saia durante.

Com os 'humanos', acontece 'quase' a mesma coisa [mas muitos não precisam do 'mecanismo'], a diferença é que a parte frontal do pênis do cachorro é mais larga, cabe mais sangue, então incha mais, quando está dentro, e fica presa. Enquanto a excitação não acabar, o pênis fica preso.

BomÉPensarEPoderEscolherOQueTestar

Anônimo disse...

E o osso???
Mas não é só isso!

Pra quem gosta:
http://www.uff.br/fisiovet/Conteudos/reproducao_machos.htm

No cão, a distensão final do pênis não ocorre até que ocorra a penetração total. A presença do osso peniano em cães e gatos, facilita a penetração. (...)
No cão, a distensão final do pênis não ocorre até que ocorra a penetração total.

Anônimo disse...

Porque humanos foram feitos para transar com humanos e cachorros para transar com cachorros. Cada um transando com seu cada um.
Agora aqueles que consideram cachorros seres humanos ou um membro da família... ai...

A atriz disse...

Eu disse que já tinha experimentado de tudo mas é mentira. Eu era virgem quando isso aconteceu daí grudou. Mas sei fingir bem por isso não pareceu um problema sou atriz, pô!

minicontosperversos disse...

Demorou pra responderem hein? E foi tão bacana que até a "ATRIZ" apareceu pra dar seu depoimento.

Nanda - por que os cachorros enterram os ossos?

E, sim, pode (e deve) ser bem animal.

Moska - seria essa puta velha do tempo do Senador Antônio Pinto do Rego Freitas?

SerPensanteQueSabeSemPrecisarTestar - bingo! e colocamos um adendo para os dez minutos de enrosco: como a cachorrada anda em matilha, é uma forma de garantir que o óvulo seja fecundado pelas gotinhas do cão que acabou de fazer o serviço, pois como a cadela continua no cio até a fecundação, outros cachorrinhos continuariam o serviço

quanto aos humanos, digamos que a prática seja prender o pênis na camisinha ou, nos casos politicamente incorretos, gozar fora mesmo (coitus interruptus)

Anônimo - quer dizer que o ossinho é tipo o viagra?

mas essa parte do osso é que quebra um pouco a perna do nosso conto; diz que esse osso pode rasgar; tadinha da "atriz"

e reza a lenda que a pior coisa é jogar água ou pedras, que daí o cachorro resolve correr... se bem que isso já tinha acontecido no caso...

anônimo 2 - pelo que um amigo zoófilo contou, se o cachorro passar a fazer parte da família, aí a coisa perde a graça

a "atriz" - vai ganhar um oscar pela interpretação

a propósito, se alguém achar o filminho que inspirou este MCP, mande pra gente!

Anônimo disse...

ô imbecil
tu tirou esa historia dum filme porno bam chinelo que roda na web...
que falta de originalidade....

minicontosperversos disse...

COVARDE - tirar, é o que vc faz com as badalhocas do seu TOBA; inspirar, é o que fizemos com o filminho; de qualquer modo, agradecemos se nos passar o link ou o arquivo, pra matarmos a saudade

Anônimo disse...

Este conto me lembrou um porno bizarro que vi há muitos anos , uma atriz e uma anta .
Sabem como é a bengala do bicho?
Parece um guarda-chuva aberto!!!
Aí sim eu queria ver a cara da atriz se bicho resolvesse sair em disparada!!

Vampira Dea disse...

Aqui está se tornando o espaço das filias rsrsrrs, menino isso não é anti-higiènico não?

Única e Exclusiva disse...

Que nojo só de imaginar. Eca!

bjos, ú&e =***

minicontosperversos disse...

Anônimo - pelo menos, em caso de chuva, ela não se molhava (sacou o trocadilho?)

Vampiradea - olha, sabe-se lá, viu; pero que las hay las hay

Ú&E - toda nossa admiração às mocinhas saudáveis