terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Nunca aconteceu comigo (versão para leitores experts em minicontos)

Este é o conto cafa prometido no Facebook. Vamos publicá-lo em duas versões para vocês darem seus pareceres. Esta primeira, mais radical, enxuta, voltada a leitores acostumados a minicontos. A segunda, convencional. Queremos a opinião de vocês sobre as diferenças e a viabilidade desta versão.

Ligação 1- Não quis sair ontem, né, bunda mole. Fui no Birinights e conheci uma gata meio gótica. Fodemos a noite toda. Fui embora de manhã. Agora vou almoçar com ela. Vai ser uma feijuca romântica.

Ligação 2 - Cara do céu, passei na casa da menina. Quando abriu a porta achei que era alguém que morava com ela. Cheguei a perguntar por ela. Aliás, não tinha nada de menina, nem de gata. Eu devia estar ainda bem bêbado quando acordei e me despedi. Imagina meu estado no boteco... E como desconversar depois de umas cinquenta mensagens românticas e de combinar o almoço? Fiz o que você ensinou. Corri para o banheiro, forcei uma vomitada e disse que ia para o posto de saúde.

:: 08.01.2014 ::

8 comentários:

Junior Gros disse...

Como reagir ao descobrir que o que você imaginava ser uma gatinha, é, na verdade, um tigre-de-bengala?
A saída é simular uma enfermidade e declarar óbito (pelo menos pra ela).

Vampira Dea disse...

A mesma situação quando mais detalhada nao nos deixa espaço para divagar nos mil desdobramentos que poderia acontecer, gosto mais da primeira, pq ficam as entrelinhas.

minicontosperversos disse...

Moçada: o post é UM CONTO SÓ. O mais normalzinho publico depois de amanhã.

minicontosperversos disse...

Moçada: o post é UM CONTO SÓ. O mais normalzinho publico depois de amanhã.

Anônimo disse...

Baranga. Depois de uns goles, são quase todas muito gatinhas.
Quem nunca?
Conto muito bom. MCP total.

amiga da gata de bengala disse...

eu vi a bengala em outro lugar, na mão da senhorinha que, à noite, com a ajuda da pouca luz, do álcool e da avon deixa alguns anos em casa e vai à caça dos incautos.

como assim não existe espaço pra miragem? continhos perversos dão margem e multiplicam sentidos.

minicontosperversos disse...

Sabe, amiga da gata de bengala, você viu um lado na história que nem nós vimos aqui. Daqui a pouco, o conto na versão "explicadinho".

Vampira Dea disse...

Agora entendi, igualzinho ao que nós mulheres fazemos, equivale a primeira ligaçao foi pra aquela colega chata que a gente quer sempre deixar por baixo e a segunda foi pra melhor amiga.