sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Se desse para comprar razão, eu pagaria para se livrarem da minha

Um dia, lá pelas dez da noite, saí do escritório e, ao deixar bater a porta, que tranca sozinha, dei conta que minha carteira e as chaves — do carro, de casa e daquela porta maldita — haviam ficado para dentro (leia +)

34 comentários:

J i l s disse...

Uhul, adoro uma história de terror... hehe

Aliás a nova peça vai ter zumbies hehe... uma comédia claro!

*comentado só pra não dizerem que morri...

Alana disse...

Dez!
Um mix de Poe com zé do caixão.
Viva nossos contista creativos.

A Senhora disse...

Caramba! Você sempre me deixando na expectativa!! E ainda tem a capacidade de apagar! rsss

Bem Resolvida disse...

essa historinha não mexe comigo. sou médium, meu filho...
tipo
I SEE DEAD PEOPLE!!
since i was a child!!
o mais divertido é quando vejo alguém próximo à alguém e eu faço questão de comentar...principalmente se for a minha mãe, ela sempre ficou puta e com medo: Mãe tem um vulto do teu lado!!

mas voltando ao post, achei que iria rolar um sexo tórrido...po!!

Edu C. disse...

Já eu achei que fosse trote!hahaha Muito bom quando os sentimentos são variados... sinal de qualidade do conto!

maria disse...

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh

Danielle Lima disse...

Aaahhh....E continua no próximo capítulo?

Andréa Muroni disse...

Olá!!!

Vim agradecer pela visita ao meu blog e aproveitei pra dar uma espiada e algumas boas risadas.
Mas, fala aí, seu primo viu duendes, é?? Devemos ser parentes então porque, o meu também viu...rs

beijo

Nem Li disse...

I see dead pepole total.

AHUiaHiuaHuiAHiA

Chama o Bruce Willis

AHuiahia

Nem Li disse...

Correção:

people

Flávia B. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávia B. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mary West disse...

Temos um Stphen King pela blogosfera? Que emoção!


Ahhhh respondo tuas perguntas via msn. Num entras fds não?

maria disse...

Esqueci de dizer uma coisa: você se superou neste título.

Fernando Ramos disse...

I SEE DEAD PEOPLE [4]

Não tive medo, mas me acabei de rir com o "Sabe, quando eu era viva..."

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Charlotte disse...

aaah sensacional!

"olha quando eu era viva..." (haha)costumava ler livros de suspense e terror, e juro o teu escrito causou-me a mesma sensação!

muito bom, muito bom!

beijos

De La Mancha disse...

caramba...

Senti um arrepio aqui...

Sinistro...

Kátia Flávia disse...

Achei que iria rolar um sexo tórrido [2]

fiquei com medo depois...
hahhha
beijos!

Taynar disse...

Afff...!

Eu trabalhava numa das emissoras mais antigas daqui do Pará. E sempre tinha que ficar até tarde. Então imagina a minha felicidade ao saber da história da Moça de Branco.
Juro que quase apagava toda vez que tinha que andar por aqueles corredores...

Beijos, moço

Mariana disse...

Um bom domingo pra vc.
Beijo

Mary West disse...

HAHAHAHAHAAHHAAH! Olha tu é único que me corrige e eu medivirto.

Teamo.

E tava avoada nesse dia.

Altamir disse...

Arrepiante, Gustavão, voltei a viver a mesma sensação que tinha ao ir sozinho ao banheiro da escola na época da loira de branco. Então vc estará em São Paulo em dezembro? Dia 12, sexta-feira, é o dia em que tenho alvará para fazer um HH e tomar umas brejas com meu compadre, que por sinal se chama Zé! Poderemos unir o útil ao agradável e bater aquele papo! Vc estará em que região de Sampa? Grande abraço!

iara disse...

não tenho medo. i also see dead people.
mas que ficou ótimo o suspense ficou.

Ragas disse...

GLUP! DEUS me livre... Acho que ficaria paralisado assim como o Chaves nos episódios... e precisaria mais do que água na cara pra me acordar...

Abrazzo Ragazzo

Camilla disse...

Nossa que horror, nunca mais trabalho até tarde... haha

Beijos

Fonseca disse...

Será que ela era o MESMO, aquele referido nos avisos dos elevadores???

De La Mancha disse...

Bem, a Nina do versos secos encontrou meu blog do nada, e eu tinha acabado de postar e criar ele, ai, a partir dos comentários dela (já que não tem link lá), eu encontrei o Mini Contos.

Té mais

Anônimo disse...

Ok, vc contou bem o que eu vivi... o susto do momento, quando as crenças da razão vão para o além. Mas como disse alguém, esse título está solto no ar, como algo mesmo fora do contexto... ;))

Ragas disse...

Gustavão, quando li seu último comentário minha esposa estava ao meu lado, imediatamente a olhei com minha cara especial de Scooby-Doo e, obviamente, consegui o alvará... dia 11 ou 12 a gente se encontra!!!!

Abrazzo Ragazzo

louise disse...

é preciso ter medo dos vivos. E já está de bom tamanho!!

Também me acabei de rir do "Sabe, quando eu era viva..."

Lyn Monroe disse...

E quem quer a razão qdo se tem a emoção e fantasmas??Rs
adorei esse texto!
beijos!

minicontosperversos disse...

Dias corridos no trabalho. Preguiça otimizada...

Demoramos mas respondemos. Embora seja provável que quase nenhum dos comentantes leia....

jils - isso, mocinha que pára de viver por causa do namorado vira zumbi mesmo

alana - apareça mais, guria, e abra um perfil ativo pra gente saber quem vc é!

sra. mirian / maria - esse é o espírito

bem resolvida / iara - inveja desse povo; devíamos chamar vocês para darem uma conversada com as "dead people" que ficam nos rondando

bem resolvida - só não chama mais nossos continhos de "historinha" que ofende

edu - essa de achar que seria trote significa que o amigo aí deve aprontar alguns

dani - não, acaba aí mesmo

andrea - os dois que espirraram ciclopérgico no nariz ficaram feito "dead people" no boteco

nem li / fernando - tá, mas nem foi tão engraçado assim... esse "i see dead people" de vocês dois é que vcs vêm fantasminhas como a BR e a iara?

comentário excluído - ???

mary west - no fds é muito difícil; muita vida pra viver; e sobre o "apulheta", que bom que vc não fica chateada quando esculhambamos

maria 2 - você sim tem sensibilidade

chalotte / de la mancha - queremos fazer um desses agora, mas falando de gente viva

kf - mas só pensa em sacanagem mesmo!

fada sininho - abre um blog, bela

taynar / alta - quem é "moça de branco" ou "loira de branco"? coisa do atanásio?

alta - vendo bem certinho a agenda aqui, estaremos em sampa de 10 a 12 de manhã; não consegue uma exceção para dia 11? estaremos perto da liberdade

ragas - vc é um eterno gurizão mesmo! e vai ser dia 11!

camilla - mas trabalhou algum dia (até tarde)?

fonseca - quando voltar de natal, explica o lance dos "avisos dos elevadores"?

anônimo/cláudia - um dia vc me conta se viveu MESMO; o título dá o nonsense que a gente precisa

louise - não vai dizer que vc "see dead people" tb?

lyn - melhor sem razão...

Daniella disse...

gente viva é infinitamente mais perigosa.

minicontosperversos disse...

temos plena noção disso. e morremos de medo.