segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Compulsão

O importado que leva nossa heroína é silencioso, confortável, seguro. Bom demais para o motorista precário que contrataram. Ela ouve música, digere verdades e traga o gosto amargo do pó, "que merda que é cheirar e não ter com quem conversar". A garganta trava. Na casa noturna badalada, música, carne, bebidas, cheiros, mulheres, gays, homens, quase uma hora da noite e tudo pulsa. Seu corpo vibra, mas ela não está pronta para dançar. Precisa de um drink. Rostos passam na sua frente. Seios roçam com os de outra garota, lábios se mordem, "sou poderosa!"

A outra garota mexe, o umbigo se contrai, o corpo desliza de um lado para outro, mas o raio vai baixando e nossa heroína já não se sente tão bem. A garota parece não estar mais interessada. Nem a outra. Nem o voyeur do balcão do bar. O suor começa a escorrer e tudo piora. Já são mais de duas horas. Precisa de um drink. Nada nunca acontece. Olhares de descaso. Outro drink.

Tenta molhar o rosto. Os traços não parecem tão graciosos. O suor frio continua e ela não tem um tranqüilizante. Melhor é voltar para casa, tomar um comprimido e terminar com essa noite. Nada nunca dá certo.

:: 08.04.2003 ::

32 comentários:

A Outra disse...

largadinha... coisa de baiana...
eu largo o texto e vc, o comentário.
td no meu blog é "poluído".

bjsss

Toninho Moura disse...

Por isso que é bom não misturar!

Bem Resolvida disse...

por isso que sempre saí pra dançar completamente sóbria ecareta...dançava até o dj parar, às seis da manhã;...e dançava tão freneticamente que muita gente me perguntava quem estava vendendo, o que tomei ou com quem comprei...
água querido, ali no balcão!

Mari - é como quero ser chamada. disse...

Faz tempo que não comento aqui, mas não quer dizer que não visite mais.


Bjks.

Lilian Dalledone disse...

Nada como um comprimido atrás do outro...

Jairo Souza disse...

Acontece com as melhores pessoas, já estou acostumado a chegar sabado de manhã como se quisesse nunca ter nascido e acordar sabado de noite me perguntado ue trator passou por cima de mim!
haauhuahuahauha

Renatinha disse...

Prefiro ficar doidona com beijos bem molhados e (unicamente) com o sexo oposto... altamente recomendado, saudável e livre de ressacas... a sensação de poder é praticamente igual... porém (e sempre há um porém)... vicia do mesmo jeito.

Srtª Elis: disse...

a vida e assim um balsamo de solidão e a imcompletudiii...

xerooo vai lá no meu blog!

Srtª Elis: disse...

ahh queria seu msn podes me dar?
bjs!

Altamir disse...

É, Gustavão, hoje em dia está muito comum as pessoas procurarem prazer a qualquer custo e com as coisas erradas. Prazeres inventados e efêmeros. Estou com a Renatinha aí de cima. Bom mesmo é cumplicidade, amizade e muito sexo! Abraço!

Sweet Toxicant disse...

Há quem precise de artifícios, para agitar e para relaxar... uma pena para esses...

Conheci gente assim, já fui assim...

Posso comparar os dois lados. Sem dúvida, concordo com a Renatinha e o Altamir!!! A sensação de prazer é muito maior, e no dia seguinte você não sente "derrubado"... sente-se extasiado, feliz =D

Beijos, moço!

maria disse...

"nada nunca acontece", "nada nunca dá certo"... pô!

que merda então, hein?

Ragas disse...

Fala Gustavão, beleza? Cara a vida de pai é muito boa, ainda mais quando seu filho chora muito pouco.

Passei também para dizer que MEU LIVRO a.C d.C (antes destes Contos, depois desses Contos) SERÁ LANÇADO NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA DIA 11 DE FEVEREIRO, A PARTIR DAS 18:30, NO CORLEONNE BAR, RUA PROF. ATÍLIO INNOCENTI, 534, VILA OLÍMPIA-SP.

Sei que vc não pode comparecer em virtude da distância, mas, mesmo assim, quis te avisar. Depois vai começar a vender na internet, aí eu dou um toque (não TOC).

Abrazzo Ragazzo

Alessandro disse...

Mistura de elementos desordenados. Vaidade, cocaína, álcool, tranquilizante, vulgaridade, música, cosméticos e carne de boi.
Soma de resultado zero.
Ainda bem que não sou um cara sofisticado, prefiro minha mulher e umas corridas rústicas.

Danielle Lima disse...

Pior que os venenos fabricados são os que o nosso corpo mesmo fabrica!
Tem tesão que é quase ácido que desnorteia tanto que só a luz do dia seguinte pra dar um pouco de sanidade e arrependimento...
Saudades de vcs no meu blog, hein!
Beijão!

Kátia Flávia disse...

Eu adorei o layout novo!!!!

Viva o sexo!

Larissa Santiago disse...

mas acontecerá, heroína!

minicontosperversos disse...

A Outra - ah, vc é baiana... pra gente tinha alguma coisa a ver com "pegadinha"

Toninho Moura - tá certo! uma coisa de cada vez; nosso avê que não conhecemos ensinou: "primeiro destilado, depois fermentado"

Bem Resolvida - ah, bela, mas isso porque vc é FODA

Mari - mas seus comentáriuos são tão gostosinhos...

Lilian Dalledone - como fazia nosso "ídalo" Elvis

Jairo Souza - e no dia seguinte começar TUDO de novo; vem da música do blues etílicos:
"é de manhã, eu to numa ressaca, eu me arrasto até o banheiro, me sentindo enjoado, enfio a cara no chuveiro
é nessas horas que eu falo pra mim mesmo, nunca mais eu vou beber, mas vem caindo a tardinha, preparo outra caipirinha"

Renatinha - ah, bela, por que unicamente do sexo oposto? mas é isso mesmo, tudo que é bom vicia

Srtª Elis - ao mesmo tempo que ela afaga ela resga; tá mandado

Altamir - vai entender os labirintos de cada um e, em partucular, os da "nossa heroína"; no final das contar tem um pouco de fuga em tudo; tem muito de fuga até na bomba que a gente come na confeitaria da esquina sem estar com fome

Sweet Tox - e as pessoas que não se sentem derrubadas? como ficam?

maria - é, maria, "nossa heroína" não andava bem naqueles dias; da nossa parte já pensaríamos numa festa bem melhor naquela limo

Ragas - só boas notícias hein, Ragas!!! o pessoal que estiver em sampa vai ler esta e prestigiar o evento; vai ter boca livre?

Alessandro - naquele caso, interpretamos a carne como de outro tipo de gado, mas foi legal sua interpretação; e vc está certo, tudibom mulher mais corridas (na primeira leitura, captamos "comidas") rústicas, mas uma de cada vez

Danielle Lima - bella, seu blog mudou totalmente de cara, né? mas o principal: se tivesse um trofeuzinho aqui, dávamos a vc PELO MELHOR COMENTÁRIO; sensacional! às vezes a ressaca moral é pior

Kátia Flávia - viva, querida! independentemente da hora, do lugar...

Larissa Santiago - contra pra gente aonde e quando!

Victor Hugo disse...

Como assim ressaca moral é a pior!? Não fossem estas noites desvairadas muitos dos melhores contos jamais seriam escritos.

Renatinha disse...

Foi mal... mas é a minha experiência... de qualquer forma, não tenho nada contra. O que seria do amarelo se todos gostassem do azul? Quanto a chamar tesão de "veneno"... bem... deixa pra lá

disse...

Na verdade, de perto ninguém é 100% normal...

minicontosperversos disse...

victor - tá certo; que graça teria o inferno se não fosse a chatice do céu...

renatinha - existem tipos e tipos de tesão

vê - nem de longe

Sweet Toxicant disse...

Leves.... livres....

Renatinha disse...

Ainda assim, prefiro morrer "disso"...

Flávia disse...

lembrei dos Thundercats: "antigos espíritos do mal, transformem essa forma decadente em Mum-Rá"...

No caso dela, a transformação durou muito pouco.

Profª Cleide disse...

Vc é muito talentoso !
Bjos

minicontosperversos disse...

sweet tox - concordamos que mesmo os que se sentem leves e livres às vezes levam uns tombaços... o outro FDS foi fo...

renatinha - prefere ainda?

flavinha - ou aquela bruxa da branca de neve que vira a rainha madrasta linda (qual será que era a original); mas vc desenterrou esses thundercats, hein?

profe cleide - obrigado; vale uns 9,6?

Renatinha disse...

Desculpe, mas qual foi a pergunta mesmo?

minicontosperversos disse...

R - Prefiro morrer "disso"
G - Prefere ainda?

Renatinha disse...

Sempre.

Renatinha disse...

Eu posso me render... mas me arrepender... jamais!

Iasnara disse...

a dor e a delícia de ser uma droga.