sexta-feira, 24 de julho de 2009

Auto-Ajuda vs Auto-Desajuste

Uma homenagem ao MCP publicada no blog de um amigo, o escritor César Duque, nos fez refletir sobre missão.

Não que a gente seja totalmente do mal, mas o fato é que o Duque é um cara do bem. Ele escreveu o livro Seu último dia, todos os dias com o propósito de difundir uma linha de pensamento em que acredita. É assumidamente uma obra de auto-ajuda, mas essa é bem intencionada. É auto-ajuda mas recomendamos.

Pois acreditem. Quando escrevemos essas barbaridades aqui, temos também um propósito além da diversão (nossa e sua): combater a hipocrisia, divulgar a liberdade de pensamento e ação... Mas de certa forma parece que isso acaba corrompendo um pouco vocês, leitoras e leitores.

O "vs" lá do título não quer incitar a uma contrariedade ou disputa, mas levantar uma reflexão. Ao escrever para vocês, estamos incentivando um processo de desajuste social, moral, sexual, intelectual? É claro que normalmente não nos preocupamos com isso, mas será que a coisa não repercute em suas mentes (por mais privilegiadas que sejam)?

Sexta-feira triste e fria em Curitiba. Se todo mundo parasse para refletir sobre o que acontece em volta, ia faltar prédio pra neguinho pular. Não sei como está o inverno aí na sua terra, mas fica o convite para um desajuste coletivo nas páginas e páginas de contos e comentários do MCP. Aí você nos diz: desajustou?

Ilustra by gustavão

24 comentários:

maria disse...

Mas é muito pretensioso mesmo, hein?

E ainda por cima, deixou o parêntese. Pelo menos melhorou o gerúndio.

Carol disse...

Não, não, não! Corrompe não!
Ok, talvez atice e provoque um pouco, mas quando acontece é bom! Muito bom!
Acho uma inspiração! Nada de ruim.
Só tiro coisas boas daqui! 'Ajuda', pra mim, vem de textos como os seus e não de histórias bonitinhas e com finais felizes...
Li o texto do César e a homenagem foi "..ao meu amigo Gustavo, que sempre é capaz de fazer as coisas" - porque suas palavras nos motivam, nos fazem sentir um pouco mais normais, nos fazem pensar. Eu não poderia querer nada além. Tanto que estou e estarei sempre aqui para te ler.
Um beijo

Pedaços nada Íntimos disse...

aqui não faz frio suficiente para pular de prédios, mesmo porque não é necessário nada tão dramático e programado para se estatalar, basta um ingênuo banho de mar, um passeio pelo centro ao celular, atravessar a rua sem se preocupar em olhar para os lados, parar no sinal vermelho, estar na hora errada com a camisa do time errado; aqui não é necessário quase nada para se estatalar.
Não sei se gostou do que leu, mas valeu pela visita, volte sempre!

Luna Sanchez disse...

Pois aqui em Porto, o frio deu as caras, finalmente. Inverno com jeitão de inverno, bem ao meu gosto. Ainda que dure poucos dias, convém aproveitar.

Beijo,

ℓυηα

A Senhora disse...

Daqui a pouco, nessa semana inteira de frio e chuva, vou para o 23o. andar participar de um churrasco em familia. Como tem criança, toda a varanda tem tela de proteção, portanto, estou impedida de tentar pular. Como também estarei impedida de sequer pensar. :)

Beijinhos, querido

Renatinha disse...

Fala sério Gusta... "Sexta-feira triste e fria em Curitiba"... tá deprê? Fria até concordo... mas triste? Why my friend? Como diria o saudoso Michael... you're not alone... estamos todos aqui esperando pelos teus textos inteligentes e ácidos que sempre nos fazem pensar... levanta o astral do MCP que esta é a tua verdadeira missão...

nin@ disse...

Putz, frio e triste até q tá...sem vocÊ... rsss, mas nem tem prédio nesse fim de mundo pra eu pular... vou me jogar da torre da igreja matriz... bj

minicontosperversos disse...

maria - pretensioso por que?

carol - sempre é uma palavra muito séria e impactante; de qualquer forma, obrigado

pedaços - gostamos sim; e sobre o "aí", complementamos com um "basta estar a 280 km/h num fórmula 1, pular uma mola de 1 kg do carro da frente e ela fazer o favor de bater EXATAMENTE no meu capacete"

não estamos falando do nosso lado motociclista não

luna - aqui já estamos assim há mais de dois meses

senhora - até parece que não busca inspirações ali...

renatinha - obrigado... mas que isso durasse até domingo... continuamos sim com nossa missão; e boa feijoada pros amigos -- hj tá meio broca; e avisa pro viralata vir buscar as panelas dele

nin@ - até que um lance sacro fica mais poético

nin@ disse...

Gostou??? Tô me sentindo a própria Marília de Dirceu, afff (essa foi de doer, rsss)

Vampira Dea disse...

Meu querido, é ótimo ler essas coisas, contudo não se preocupe, eu já sou desajustada naturalmente, não preciso de influências, Esqueceram? Sou uma vampira e quanto ao frio, que frio? Aqui na Bahia? Rrsrsr

Renatinha disse...

Vou avisar o Vira das panelas sim. Ele está numa fase de cozinhar coisas bem diferentes e deliciosas para me fazer engordar um pouquinho (o próximo projeto culinário viralatesco é um tal de "escondidinho de carne seca" que eu mal posso esperar)... nham nham..

E quanto às sextas feiras tristes e frias de Curitiba, cobertor de orelha é o que não falta nessa cidade meu amigo... e nem precisa procurar muito não.. a oferta é bem maior que a procura - como se você e todos os solteiros bonitôes da cidade já não soubessem disso... hehehehe.

PS: o meu cobertor de orelha eu até empresto para um chopinho entre amigos, mas depois tem que devolver INTACTO viu... nada de "desajustes" ;o)

Boa semana... e se possível, avisa a gente quando a banda voltar à ativa ok.

Mitnus disse...

Salve! Desajuste total. E isso é bom!

Cláudia disse...

Só depois de um cinza constante, com frio cortante, é que se abre uma via para compreender o desafio da alegria introvertida. Falar do que nos faz humanos tem o dom de acolher, mas a vida faz mais sentido quando estamos ajustados a nós mesmos, sem excesso de comodismo... Sim, uma pítada de desajuste para seguir em frente, para descontrair... não para descambar >))

DIZDIZENDO disse...

Desajuste? Nada... Vai contribuindo pra deixar tudo no ponto (g??)!!!! Quanto ao seu inverno, aqui no HellCife, no máximo uma chuva e o ventilador desligado. BEIJO, saudades.

Anônimo disse...

troca de homenagens..muito legal hein!
sexta-feira triste??!!, que isso!!! A sexta-feira é sempre feliz mesmo com chuva e muito frio...porque é o último dia de trabalho durante a semana e temos um desafio enorme que é tirar o melhor dessa cidade que não tem clima igual em lugar algum....

minicontosperversos disse...

ninguém vai comentar a obra prima?

Renatinha disse...

Pois... parece desenho feito em guardanapo de boteco... só não entendi o porquê de estar nua de frente e semi-nua de costas... desculpe-me a ignorância...

Anônimo disse...

com certeza os seus textos instigam a mente das pessoas, o meu já foi convertido várias vezes e de várias formas, normalmente boas mas sempre duvidosas....
Sobre o conto do seu amigo, sou fã dos textos de otimismo...tem muita gente loca por aí.....

Toninho Moura disse...

Tudo o que é divertido vale a pena!
Eu escrevo por diversão.
E leio o MiniContos pela diversão pervertida que ele proporciona.
Divirta-se!

Vampira Dea disse...

Hum... Bela representação do parque de diversões. Afinal eu tenho o meu rsrsrs.

minicontosperversos disse...

por comentar a obra prima, nos referimos à ilustração

minicontosperversos disse...

nin@ - ok, mas agora tenta contextualizar o contista aqui, porque não sabemos nada dessas histórias gregas

vampiradea - ainda dá tempo de vc vur aqui e pegar o "invernico" de setembro; entrar no chuveira quando ali foras está uns 3 graus sempre suscita um pouco ao suicídio

renatinha - "bonitão da cidade"? OBRIGADO!!!! ganhamos o final de semana; viram leitoras? agora quando pensarem no escritor gustavão, lembrem que ele faz parte de uma seleta casta

YES!

e a SSR toca no dia 13 no blue bell!!!! dia 28 é o lançamento do livro, um festão não sabemos ainda aonde

e o cobertor foi devolovido inteirinho, certo?

mitnus - um pouco a cada diz; aquela ligação de segunda fazia parte do projeto

cláudia - amiga e eterna poetiza: tivesse o MCP a força de fazer descambar... terá?

dizdizendo - que se concentre no ponto g, então, as energias; mas ele... existe?

existe o ponto g?

anônimo - parou a chuva; tá quase passando

renatinha - obrigado por ser a primeira a comentar nossa obra de arte; são dois esboços, não necessariamente da mesma musa; não necessariamente no mesmo momento

inspirado na suite vollard, do picasso; feito direto no paintbrush

anônimo 2 - fale mais sobre termos instigado a leitora aí de forma duvidosa...

toninho - isso fica claro quando lemos o "dicas sobre nada"; acho que já existem uns seis livros publicados ali

vamos por no papel, homem!!!

vampiradea - OPA! não existe diversão mais divertida; e por "seu parque de diversões" vc quis dizer...?

Renatinha disse...

De nada. Mas na verdade o "bonitão" era só para levantar a tua moral que parecia estar meio baixa... hahahahaha. Brincadeirinha. Você é um bonitão sim E SABE BEM DISSO. Garotas leitoras (aquelas que ainda não o conhecem, é claro), sigam as orientações do autor e mais uma minha: pelo jeito a vaga de cobertor de orelha ainda não foi totalmente preenchida... habilitem-se enquanto é tempo (eu não tenho mesmo medo de morrer... ihihihihih).

Quanto ao show e ao lançamento do livro, se der, com certeza eu e o Vira estaremos lá dando a maior força para ti. Torcemos de monte pelo teu sucesso.

E com relação ao MEU cobertor, chegou inteirinho sim... é que, por sorte, na maioria das vezes tem um "travesseirinho" que o acompanha... e olha que eu nem preciso pedir... ;-)

Cassiana disse...

rs
esse desenho é uma ótima representação do desajuste