quinta-feira, 15 de julho de 2010

Bala

Tiozão na balada jogando conversa em cima da menina. Entre uma e outra investidas do galanteador ela pergunta: "Tem uma balinha aí?"

Ato contínuo, o tiozão oferece um halls, já imaginando aquela brincadeira de fazer com o extra-forte no sexo oral.

A menina, entre decepcionada e admirada, se despede a vai à procura de uma vítima mais antenada.

:: 15.07.2010 :: historinha contada pelo amigo Marlus

13 comentários:

minicontosperversos disse...

Percebam que o parágrafo final rende uns versinhos:

A menina
Entre decepcionada e admirada
Se despede a vai à procura
De uma vítima mais antenada

Moska de Bar disse...

Tem doce que sai amargo, velho! rs
Palavra de "tiozão"... ABS

Luna Sanchez disse...

Esse "tiozão" é uma exceção, tadinho. Pelo que fiquei sabendo (cof-cof) eles costumam ser mais...espertos.

:P

Beijo.

ℓυηα

minicontosperversos disse...

moska - padecemos do mesmo mal...

luna - essa menina é um PELIGRO

Ragas disse...

Dizem as más-línguas que, fosse essa balada no Rio, ao pedir "balinha" tinha levado um tiro de 22. Confere?

Abrazzo Ragazzo

P.S.: E aí, Gustavão, como estão as coisas? Já vendeu quantas milheres de cópias do seu livro?

Anônimo disse...

Fosse essa balada no Rio, seria NIGHT, e não balada.

Cassiana disse...

aff não me diga que 'balada' é coisa de tiozão tbem se não eu 'largo os bets'
=P

Leandro Fonseca disse...

Foda. Eu tenho 32 anos de idade, e já tô me achando um tiozão nas baladas. Voltar a ficar solteiro na minha idade dá nisso. Vou comprar umas balinhas.

ratoderua disse...

Depois as mulheres dizem que pra elas que é dificil paquerar. Pensemos:

O cara tem 25 anos (Meu caso)foge dessas baladinhas por que sabe que vão estar cheias de "menininhas" de 18 e 19 anos, que se acham mulheres fatais. Beleza. Aí o cara (Meu caso) vai pra uma balada de um público com mais idade (O que não é uma balada) só que as mulheres de 30 e poucos (Não todas, umas são bem legais e receptivas) olham um cara dessa idade como um "menininho" em contra partida o "Tiozão" que também frequenta essa balada (Que não é balada) é visto como o "Na Seca" e muitas mulheres nem dão bola, e algumas muitas vezes com 5 anos, e até 2 anos a menos de idade que ele, o "Tiozão" dizem: "Ahh, tá meio caído, né? Deve ser a idade" Mas em contrapartida, os de 25 (Meu caso) São "menininhos" aí o "Tiozão" vai pra balada (Aquela com menininhas de 18 e 19) pensa que com a experiência, o jogo de cintura de toda uma vida e tudo mais, vai se dar bem fácil, fácil, aí a menina fala sobre a "Bala" ele oferece "Halls" e a garota sai fora, decepcionada. Só que, vem um ponto importante: Será que ela sairia decepcionada se o "Tiozão" usasse a Halls com ela, como sabemos que a Halls pode ser usada? São coisas que parecem complexas, mas são mais simples do que possam parecer. As pessoas que andam criando "Modelos Exatos" de como deve ser uma paquera. Uma troca de olhares. Um beijo. Uma transa. E se perdem a noite inteira reparando, julgando e falando mal, do que: Paquerando. Beijando e consequentemente fodendo. Aí nessas horas meu amigo, é ancorar num balcão de bar e como diria Bukowski" "Bebê camarada. Bebê que amanhã é outro dia"

Se cuida! Abraço.

marilia disse...

prefiro falar de suruba e sexo. tenho fotos novas para voce. LOL

minicontosperversos disse...

Ragas - O amigo tem um humor funesto!

Quem dera fossem milhares... Mas vai indo. De tempo em tempo saem alguns. O lance é agora lançar outro. Começo a selecionar os contos em breve! Se chamará "Minicontos Perversos, Microsséries & Noveletas"

Anônimo - Fosse no rio ela entroxava o Halls ali mesmo

Cassiana - Não é coisa de tiozão, mas tem tiozão sim! Mesmo porque, balada não é só aquela que atravessa o brunch

E "largar os bets" é bom demais!!! Alguém de fora de Curitiba arrisca traduzir etimologicamente?

Leandro - Compra, amigo! Mas compra das certas!

Ratoderua - A mocinha que pede "bala" e se decepciona com Halls tá muito perto da que diz "Amigo, tenho aluguel e contas pra pagar, portando, vamos encurtar a conversa, são XXX reaus pra sairmos daqui e fazermos amor bem gostosinho. Depois me traz de volta..."

Somos "barfly" e nunguém nos tira isso.

Marília Fake - Conhecemos bem a Marília e repugnamos os fakes

Vampira Dea disse...

KKKKKKKKKKKKKKK tadinho do tio.

Vampira Dea disse...

KKKKKKKKKKKKKKK tadinho do tio.