segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Elza

Observo-a deitada, o contorno do seu corpo, os pelinhos dourados, fingindo dormir. Sei que é só charme, ninguém dorme assim com o traseiro empinado anunciando "vem!". Eu chego de mansinho, deito ao seu lado, livre das roupas, enlaço seu pescoço com força, ela insiste em fazer manha. Eu sussurro baixinho "só a cabecinha". Encaixe perfeito, fico louco, quero mais. Do nada ela vai rebolando, subindo e se empinando de quatro. Acompanho, e com movimentos rápidos o gozo vem. Quando desencaixo ela levanta feliz, sai berrando. Abro a porta e ela corre graciosamente pelo pasto, toda safada, minha cabritinha Elza.

:: 09.07.2003 ::

19 comentários:

minicontosperversos disse...

Uma invertidinha de enredo pra justificar o post de 1º de abril.

Mirian Martin disse...

Safadinho! rssss

fantalaranja disse...

... mas me trás imagem bucólica na cabeça.... e vc de camisa xadrez, mascando um matinho, dando sorriso maroto, sem dente, de caipira tarado.
sobrou tequila?
não trás boa sorte guardar por mais de 7 dias... é o que dizem!!
será que a namorada do poneizinho não está a fim de ler um continho??

minicontosperversos disse...

Manda cópia pra namorada do poneizinho!!! Ou vamos apresentar ele pra Elza. Vai que eles se cobrem!

Anônimo disse...

só faltou falar descrever o barranco, pra cena se tornar mais verdadeira, rsss, mesmo assim foi ótima!
Nin@

minicontosperversos disse...

Mais um conto da série ===> CONTINHOS ANTIGOS LÁ DO TEMPO DO COMEÇO DO BLOG, MAS QUE SÃO BONS DEMAIS PROS LEITORES ATUAIS E PREGUIÇOSOS DEIXAREM PASSAR

Publicado originalmente em 1º de abril de 2008

Matheus W. disse...

Hauhsdsuadsahuduhashduasuhdsahu

Ainda bem que trouxe essa pérola, realmente minha preguiça me fez desconhecer o texto!

Moska de Bar disse...

Puta sacada... pra quem acha que a vida no campo é tediosa...rs... brazzzz

Lia disse...

Hhahah!

José Renato Cella disse...

Isso me faz lembrar da trilha sonora de minha primeira trepada: béérrérrérrérrééé! hahahahaha

Luciano disse...

Bah, bestialismo inspirador.
Abraço meu velho.

Vampira Dea disse...

KKKKKKKKKKKKK eitha que o negócio aqui tá começando a pegar,entrando assim no campo das filias.

minicontosperversos disse...

Vocês todos sofrem de nanofilia. Literária.

Mari - é como quero ser chamada. disse...

zeeeeeeeeeeeeeeeenti!
a safadjeenha da Elza até rebola!Vai vendo!kkkkkkkkkkk

Menina Misteriosa disse...

Risos... antigo e bom... é bom... e muito!
Lembrei da história de um amigo com a Mimosa.... depois te conto!
Beijo

MeninaMisteriosa

minicontosperversos disse...

Vendo nossa fotonho de avatar antigas ali (a P&B), lembramos de Uma historinha engraçada do blog. Na época, um(a) desses(as) anônimos(as) loucos(as) que povoam a blogosfera começou a nos encaveirar por causa da foto, que nela estamos com cara de bêbado/drogado etc. E a coisa foi insistente!

Adivinha se trocamos?

Matheus - quando ficamos só na superfície perdemos muitas pérolas; mas se quer a nata, vai no livro, bro!

Moska - na falta de uma ritinha...

Lia - ria da desgraça alheia

Cella - esses moços do campo...

Vampiradea - não suportamos a espera e tascanmos antes: você sofre de nanofilia literária?

Mari - você também é uma mocinha do campo, né?

Menina - continuamos esperando a história da mimosa

J i l s disse...

hauhauhauh

tadinha...

O termo "embarrancar cabrita" pelo jeito está em desuso... agora é com consentimento...
hauhauhau

nin@ disse...

serio q "embarrancar" ou "barranquear" como se diz aki na minha terra, está em desuso??? ?Mas só a grafia, né???? hahaha
Nin@

minicontosperversos disse...

Jills / Nin@ - Não que esteja em desuso a palavra, mas é que o narrador usou um método mais carinhoso, se vocês perceberam...

Isso de barranquear é muito primitivo