sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

O plastiquinho denunciador

O Zé estava casadinho, todo cerimonioso, mas não deixava de fazer as suas. Num fim de noitada encontrou a perdição, e moço responsável que era usou camisinha, a coisa certa a se fazer.

Chegou em casa, e pra não fazer barulho foi tirar a roupa no banheiro. Só que não tinha percebido que na hora da bagunça um pedacinho do envelope do preservativo ficou grudado na perna. E quando tirou a calça o plastiquinho caiu e ficou ali dando a maior bandeira do lado da privada.

Na manhã seguinte a mulher do Zé volta do banheiro chutando o coitado fora da cama, esfregando o tal plastiquinho na cara dele.

O fato é que uns dois meses antes ele já tinha passado por uma discussão embaraçosa quando ela achou um paninho semi-engomado embaixo do assento do sofá, aquele usado pelo Zé para limpeza depois das sessões de auto-satisfação. E não tendo muito do que acusar o coitado, a mulher encheu a paciência dele porque achava aquilo muito nojento.

Voltando ao plastiquinho, ainda se recuperando do susto, o Zé não teve dúvida: "Olha, depois da cena que você armou por causa do paninho passei a me masturbar com camisinha. É bem mais higiênico, não acha?"

:: 15.02.2008 ::

25 comentários:

Lilian Dalledone disse...

Noooossa!...
Só falta achar explicação pra mancha de batom na cueca agora... rsrsrs

Anônimo disse...

caraca, até onde vai a criatividade de um homem para se safar. O Zé tá de parabéns tem muito homem que se entregue facinho...facinho.

Fátima.... disse...

kakakaka, muito criativo o Zé.

Vulgo Dudu disse...

Saiu-se bem, o Zé! Mas se amsturbar com camisiha deve ser bem estranho...

minicontosperversos disse...

moçada: o grande problema dessas desculpas é que o figura depois tem que passar o resto da vida fazendo aquilo

lembram do cara que, quando a namorada achou um batom no carro dele, e usou a desculpa de que ele tinha um distúrbio, que PRECISAVA usar batom todo dia?

então, depois de uma dessa o cara tem que passar a vida usando batom

maria disse...

Hehehehe

Sabe que eu já vi um filme em que o cara dava essa desculpa pra namorada/mulher dele, e que era mesmo verdade? Ele não traía não.

Maria disse...

Mas era FILME, né?

Altamir disse...

O Zé foi genial nessa tirada. Nem parece coisa de Zé. Realmente, Gustavão, o tricolor será hexa no domingo! Pra desgosto da Lakyan, aquela porquinha (Só no sentido futebolítico, of course!!!)!!!

Fonseca disse...

Grande Zé! Gênio da raça.

Miucha disse...

Puxa , dessa ele se saiu bem risssosssssssssss,que cara criativo! gostei de passar por aqui.

Eliana Mara disse...

Gosto muito mais de contos curtos.
E o humor erotizado, ótimo....


Bjs

o casalqseama* disse...

kkkkkkkkkkkkkk
sou fã do zé... êta cabra criativo, sô! quero ver quando as desculpas acabarem!

rsrsrs

bom voltar aqui. um blog feminino: criatividade + risada + leitura de primeira + inteligência garantidas!


bj grandão da fê =D

Odonata Anisoptera disse...

Queria eu pensar tão rápido em situações embaraçosas.. rs

Sweet Toxicant disse...

Hahahahahahaha!!!!

Até onde pode chegar a cara de pau do ser humano!! Impressionante!
Adorei!! Só não queria ser a mulher dele... francamente...

mas esse Zé é ótimo!!!

Camilla disse...

Hahaha o Zé como sempre arrasa...

Beijos

Kátia Flávia disse...

Hahahahha pqp... o pior é que a mulher acredita. Mas enfim, viva os inteligentes. Ainda bem que mulher é mais rapidinha nessas coisas de "mancadas". Evita que aconteça.

Beijo!

Victor Hugo disse...

Do caralho!

minicontosperversos disse...

Lilian - mas... como uma mancha de batom chega lá?

Não seria o caso de o cara prevenir: a) dizendo: "TÁ PENSANDO QUE MINHA CUECA É GUARDANAPO?; ou b) usando só cueca vermelha

Anônimo - Tem, é?

Fátima - A necessidade é a mãe da invenção

Vulgo Dudu / Fonseca / Miúcha / Odonata / Victor / Camilla - a prática leva à perfeição (estamos falando das desculpas e não dos nossos MCPs, pois somos muito modestos)

Maria - A mais pura ficção

Alta - Como foi a comemoração, amigo tricolor? Aqui foi quebradeira pura (antecipada)

Sobre o "porquinha", no caso específico, montávamos um chiqueirinho em casa

Eliana - Pelo menos em alguma coisa tamanho não é documento, né?

Casal q se... - Bom que vocês voltaram; por que sumiram?

Sweet Toxicant - Como sempre falamos, o Zé, na verdade, é um grande romântico; desses que é pra casar mesmo; vcs é que interpretam mal o rapaz

KF - Isso mesmo; lutamos com as poucas armas que dispomos; vocês é que são as consultoras

Altamir disse...

1)Grande Gustavão, tricolor, gente boa, hexacampeão!!! Sinceramente, fiquei tranquilo na comemoração, afinal, já estamos muito acostumados a comemorar!
2) Putz, seu faro foi certeiro para desvendar o Rollinbunds! Nossa idéia foi bastante similar ao famoso p... no c..., mas derivou de R... na bunda. Ou seja, da arte de levar nabos pela vida!
3) Quanto a mostrar a cara, a única coisa que não corre risco de cair aqui é o cabelo, porque já caiu tudo mesmo!!!rsrs...
Grande abraço!!!

Altamir disse...

Ah, já ia deixando escapar a porquinha! Nooosssaaa, ela merece um chiqueirinho bem gostosinho!!!
Fui...

Mary West disse...

Hahahahaa dou créditos pela explicação bizarra.

[ rod ] disse...

Essa é das boas... a imaginação em alta.r.ss..

Abçs meu caro,



O antigo blog O AveSSo dA ViDa agora se chama dogMas.


Novo Dogma:
puni(A)ção...


dogMas...
dos atos, fatos e mitos...

http://do-gmas.blogspot.com/

minicontosperversos disse...

alta - 4) ok, então só dois chiqueirinhos; 3) esclarecido; a gente não sabe até onde vai o grau de transparência dos amigos em relação aos escritos; 2) aqui a gente pode falar que o blog é nosso: rollin (rola/pau) in (dentro) bund (bunda/cu); portanto... 1) não podia deixar de ser:

são paaaauloooo
são paaaauloooo
he-xa-cam-pe-ão!

são paaaauloooo
são paaaauloooo
he-xa-cam-pe-ão!

mary - pagamento em espécie?

[rod] - pini(A)ção parece coisa BDS&M... é, a imagiunação...

Fabrício Romano disse...

Eu tenho um amigo chamado Zé, os Zés fazem esse tipo de coisa mesmo...
bom blog, linkado..
abç.

Renatinha disse...

Em um de seus comentários, você falou de um cara que teve que usar batom o resto da vida porque a namorada achou um batom no carro dele, e usou a desculpa de que ele tinha um distúrbio e blá blá bá... pois bem... eu fiquei sabendo de um "causo" de um gaúcho (eu também sou gaúcha, então posso falar... e não me chamem de traíra, que eu não sou... a história é verdadeira), cuja noiva de muitos anos descobriu um vibrador em seu armário... obviamente ele usava o mencionado objeto para satisfazer as suas conquistas extra-relacionamento, pois o 'quera' era macho pra chuchu... porém, no momento em que se viu pressionado, acabou dizendo que usava o equipamento em si mesmo.. e que aquilo o satisfazia muito... bem... acabou como o nosso amiguinho do batom...