terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

As desventuras de Maçarico, o palhaço erótico III (parte 2)

A inocência de Rosineide

A cachaça rolou solta na festinha de criança. Enquanto D. Rosineide conversava sobre a indecência da novela das oito, Maçarico, com pretexto de "fazer o acerto" com a mãe do aniversariante, combinou com Dalvinha que faria uma mágica de desaparecer, e que nessa hora ela deveria esperá-lo, no quarto do filho, pronta para o abate.

E como de bobo Maçarico não tinha nada (o que ele menos queria era Maçaneta conspurcando aquelas alvas carnes), combinou tudo em detalhes com o amigo.

Depois de brincadeiras muito animadas com as crianças e os adultos, Maçarico anunciou a mágica. Os dois palhaços saíram na lavanderia para pegar a caixa de papelão e aproveitaram para trocar os macacões. Então Maçaneta (vestido de Maçarico), anunciou, depois de uma talagada de cachaça, que faria Maçaneta (Maçarico) desaparecer. Foi tudo muito rápido, palhaço entra na caixa, simsalabimbimbim, palhaço entra no quarto da criança, traça Dalvinha, palhaço destrói a caixa onde o outro deveria estar, o povo faz óóóóóóóóh e o palhaço desaparecido entra histrionicamente pela porta da frente (saiu do quarto pela janela).

Então Maçaneta (vestido de Maçarico) entra no banheiro esperando o amigo para desfazer a troca. Mas D. Rosineide, sob olhar atônico do Maçarico original e forte embalo etílico, entra no banheiro junto. Maçarico imaginou o barraco que ia se seguir, mas cinco minutos depois a mulher sai do banheiro afobadinha.

Não se falou mais a respeito. Maçaneta nunca contou ao amigo o que aconteceu entre as paredes de azulejo barato. Mas os demais da turma do boteco ficaram sabendo que "Rosineidinha" tirou a dentadura e se atracou até o fim na maçaneta (não a da porta). O palhaço assistente confessou ter sido um dos melhores boquetes de sua existência.

Ah, sim, não se pode deixar de relatar que D. Rosineide, dengosa que estava, quando no decorrer da festa encontrou o marido descaracterizado, beijou-lhe várias vezes a boca. De língua.

:: 10.02.2010 :: Baseado em personagem e contexto criados pelo amigo Alta

16 comentários:

Noh Gomes disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Não sei quem se saiu melhor, o palhaço ou vc (com todo respeito)rsrs.
Adorei o desfecho, apesar de ficar aqui imaginando como foi tirar a dentadura e brincar com a maçaneta, melhor com O Maçaneta.


Beijoooooooooooo

Vampira Dea disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, olha que eu já chorei de rir por aqui viu, mas se eu usasse dentadura hj ela iria voar. Esses dois são melhores que Mr M e com toda essa bagunça todo mundo ficou feliz até o marido corno, ai, ai rsrsrs não essa foi uma das melhores e assustadoras que teve por aqui, nem quero imaginar a cena da Maçaneta, quer dizer do Maçaneta feliz com a patroa sem dentadura, valeu.

Mari - é como quero ser chamada. disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


.morri

Lelli Ramz disse...

Eu vou ter q dizer q ri sim, mas com um dózinho tb


bjinhus rsrsrsr

Lelli

Altavolt disse...

Maçaneta e Maçarico renderam bastante na sua prodigiosa imaginação! Jamais poderia ter entregue o personagem em melhores mãos. Ganhou vida própria e ainda se duplicou! Abraço!

Marília_dosAnjos disse...

Imaginei a cena , todinha... meu, mo loucura, se banheiros falassem...

Pow, mo sacanagem, beijar de lingua o pobre coitado... do corno!

=)

minicontosperversos disse...

Noh - não precisa de respeito não; mas de que forma o pobre contista aqui se deu bem?

mas ficamos felizes em receber mas uma inocente neste mundinho cruel do MCP; não conhece MESMO a lenda urbana do sexoralbanguela?

vampiradea - corno é só aquele que descobre; veja... ele não foi CORNO CORNO

mari - ressucita, please?

lelli - dozinha de quem? da Dalvinha?

alta - o personagem e o contexto são seus, amigo; só botamos adrenalina

marília - melhor banheiros não falaram não

e,no caso, ela "pressupunha" que tava fazendo só bola de neve no maridinho; era dele mesmo, oras

Luna Sanchez disse...

Jurava que tinha lido "dentadura"...

ℓυηα

minicontosperversos disse...

luna - não, bela; é DITA DURA

a pergunta que fica a todas as leitoras e leitores é: SERIA ROSINEIDE REALMENTE INOCENTE?

Luna Sanchez disse...

Ah, bom...agora sim!

* Pra mim, a Rosineide tem tara por palhaços, fica toda assanhada quando vê um, e cai matando, nem importa se é Maçarico ou Maçaneta.

Logo...

Pois é.

Beijo, beijo.

ℓυηα

Noh Gomes disse...

Digo que vc deu a sacada perfeita, o desfecho foi perfeito, por isso não sei quem se saiu melhor. Agora essa lenda urbana eu não conheço, mas se quiser dividir rsrs

Agora Rosineide Inocente ta dificil de acreditar, meu voto é que ela planejou a festa do filho ja com a intenção de brincar com a maçaneta ou com o Maçaneta.

Beijuuuuuuuuuuuuu e obrigada pelas boas vindas rsrs

Carol disse...

Devido ao 'inocente' fenômeno Maçarineta-neide-inha, houve um acréscimo de 246,9% nas venda de fantasias de palhaços.

Vampira Dea disse...

Rosineide não era inocente nada, tava tudo planejado, nesse dia ela nem usou COREGA pra ficar mais fácil de tirar a dentadura e cair na maçaneta.

minicontosperversos disse...

Meninas:

Sobre palhaços e fantasias, já compramos a jnossa, mas não passamos nem perto da D. Rosineide

Sobre dentaduras e lendar urbanas, o que se conta é que raríssimas mulheres com os 32 dentes fazem igual a uma sem dentes; mas é lenda, só ouvimos falar

Sobre corega, Vampiradea, você foi, como sempre, deliciosamente malvada

E achávamos que Salvador exalava inocência por trás daquela malícia brejeira

Vampira Dea disse...

Vivo para ser cruel rsrsrsr

Vampira Dea disse...

Oi quero falar com vc sobre uma idéia que vou concretizar semana que vem e gostaaria de saber se vc quer participar, mmotta_dea@hotmail.com beijão.