segunda-feira, 9 de junho de 2008

100 velas na beira do rio

Adoro aquela sensação de perigo que me cerca toda vez que telefono para você. É uma traiçãozinha gostosa e sem muita culpa. Hoje estou aqui, tenho o dia todo até meu marido chegar, estou ativada por anti-depressivos de diversão, mas você está dormindo.

Num momento de loucura pensei em te acordar, fazer um feitiço, mas que porra! Por que todos os feitiços são assim tão complicados? Como vou acender 100 velas numa pedra na beira do rio com todo esse vento?

Há dias anunciam uma festa na cidade, até lá todos se fecham misteriosamente em suas casas e deixam as luzes acesas. Proteção contra espíritos maus. Sim, demônios. Daí penso em você para variar, e como vento com chuva de granizo, sua ausência me dilacera de vontade de beijar e tocar. Tento ser racional, mas piora. Pra quê viver paralisada com um só homem, na estabilidade monótona do casamento? Quero enfeitiçar você, e deixar de abanar o rabo toda vez que você passa.

:: 14.08.2003 ::

16 comentários:

A Bruxa disse...

Hum.

Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
iara disse...

adorei.
bem, queria desligar minha cabeça, mas ela automaticamente ao ler um texto traz no cinema da minha mente um monte de imagens. nesse caso deixa ver..
-a minisérie riacho doce...
-a doida obcecada pelo amante e que sempre trai o marido, de forma contumaz
-mulheres que gostam de feitiços,apelam mesmo, vudu...
afff..acho que vou ali desligar...rs

mas o melhor de tudo foi a frase final - deixar de abanar o rabo toda vez que você passa.
eita mulher com fogo no rabo!!!
nem precisava de 100 velas!

bjs

Camilla disse...

Adorei!!
Ficou fofinho...

E que mulher que nunca pensou em fazer feitiços?? Haha

Beijos

J i l s disse...

Acho melhor apresentar a essa moça do conto ao São Cipriano, pra ela ver feitiços mais fáceis... ops... hehe...

A Bruxa disse...

Flávia, neutralizador de distâncias geográficas? Hummm... até tem.
Enquanto o "teletransportador do jornada das estrelas" não está à venda, pode-se recorrer a férias, avião, uma boa desculpa para ir à Portugal (eu adoro Portugal!), uma passadinha antes em Sampa para contar como anda Belém (e na volta, para dizer como foi kkkkkkkkkk), e quem sabe, um encontro com alguém interessante... rsss (com covinha no queixo?).
Mas, 100 velas??? Tenha dó! Sem velas!

minicontosperversos disse...

Isso aqui tá parecendo uma rodinha de tricô, viu? Vamos injetar um pouco de testosterona nessa conversa.

bruxa - o que é o tal "hum"? do jeito que tá só podemos responder "doix"

flavinha - tinha sim; é que não sabemos o que fazer com essas gentilezas da blogosfera (não sabemos é uma eufemização para...); portanto pareceu que a perversette aí tinha nos feito um favor

iara - era de submissão

camila - fofinho? amanhã o zé vem esculhambar esta semana dos namorados

jills - são cipriano é? daqueles manuais que a gente acha em loja de macumba?

bruxa - isso, que mania de incentivar o pessoal a ir pro mal caminho...

lust angie disse...

Pra pegar homem não preciso de 100 velas, posso abanar o rabo que ele vem....;-)
E se ela abana quando ele passa o rabo é quente?

Anônimo disse...

Oi meu novo e estimado amigo Gustavo.
Parabens , um belo texto.
Voltarei sempre.
fique na paz
um abraço da nova amiga.

Regina Coeli.
Te aguardo no cantinho da deusaodoya.

Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
o casalqseama* disse...

depois q ela enfeitiçá-lo não mais abanará o rabo ... ela o levantará!!!

rsrs

ótima semana!

bjs carinhosos,
casalqseama*

Auréola Branca disse...

Fico a me perguntar quem realmente faz simpatia para conquistar alguém. Isso não seria o fundo do poço de um amor próprio?
Mas, há pessoas pra tudo! Até pra trair o homem quando ele está ausente...
Belíssimo texto com um final muito legal. "Abanar o rabo". Como seria isso em realidade?

J i l s disse...

A humanidade tem suas insanidades, e o problema é sempre a linha tênue entre o amor e a obsessão...
Por isso que eu digo que "eu não duvido de mais nada nessa vida"... hehe

minicontosperversos disse...

abanar o rabo no sentido de ser a cadelinha do cara. tipo a cachorrinha pra quem ele joga o pauzinho e ela vai correndo buscar e volta toda feliz (com todas as suas variantes): pauzão, pegar etc.

pô, ninguém percebeu/elogiou o marcador novo, mais confiável...

logo teremos feed funcionante...

Lyn Monroe disse...

Pior q mulher cai mesmo nessa de feitiço...rs
Marcador novo é?
sinal q o povo fica te lendo, ao inves de prestar atencao em detalhes..rs
esses detalhes a gente deixa p o dono do blog! rs
sumi um pouco, to tentando voltar! as coisas andaram complicadas..
Beijos!

Mary West disse...

Feitiço bom naum precisa de 100 velas. Um beijo roubado as vezes basta.