quinta-feira, 12 de junho de 2008

Santinho do bolo


Não é à tôa que o bolo pesa mais de três toneladas. As casadoiras e encalhadas de Curitiba vão lá na (leia mais)

25 comentários:

Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nina disse...

mais de três toneladas pesarão as pobres coitadas que sonham com casamento.

imagina a quantidade de bolo que uma garota (ou garoto) não precisa comer pra achar um tal do santo.

se for azarada, como eu, nem pedindo pra São Longuinho!

mas gostei do conto =)

A Bruxa disse...

Você realmente foi perverso! :P

Bom... Pelo menos ela estava sorrindo, né? ;)

iara disse...

musiquinha do moço que vai casar com a que achou o santinho no bolo, sortudona!:

eu gosto dela
não maltrato ela
não desfaço dela
não troco por ninguém
fui pra capela
me casei com ela
e não reparei
os defeitos que ela tem
o que mata ela
é uma perna torta
e a outra morta de uma operação
ficou banguela (adivinha pq?)
só tem dois dentes
e não tem cabelo
porque não masceu
passou um vento
entortou-lhe a boca
e fanhosa e louca
é minha paixão!


ps: tenho todos os dentes!
bjs

minicontosperversos disse...

música para o dia dos namorados:

"eu quero ovo de codorna pra comer
o meu problema ele tem que resolver"

J i l s disse...

Dio Cristo!!
E o romantismo ficou no século XIX, hauhuah...
Brincadeirinha...

Ah mas não esqueça que uma boa parte das pessoas na fila estão só pelo bolo de graça (conta outra né... hehe)

OBS: Eu tb estou com todos meus dentes... ou quase... Mas não fui comer o bolo

minicontosperversos disse...

Jills - de graça? já viu a igreja católica apostólica romana fazer alguma coisa de GRAÇA? a título beneficente, cada pedaço do bolo sai por uns cinco pila

Bruxa - imagina a janelinha dela sorrindo

Nina - dá uma pesquisada no google, mas pelo que sabemos tem até que bastantes santinhos lá; na proporção de um para quatro pedaços de bolo

Flavinha - dente dá pra colocar outro no dentista; marido dá pra mandar pras cucuias

Avessos - falou! longo o primeiro capítulo; a gente vai imprimir pra ler com calma

Louise disse...

Ai, eu li umas 3 vezes, achei legal, mas esse é o conto bombástico?? Achei que ia ser algo de abalar geral...

Beijo

A Bruxa disse...

Eu tive uma empregada que não tinha "uns" dentes da frente. Não é que uma vez dois homens saíram na facada por causa dela?
E não era menininha, não!
Depois ela fugiu com um deles. Bom, uma história bem maluquinha. E eu só não fiquei sem empregada porque vim para São Paulo antes.

minicontosperversos disse...

É um contomentário, Lou. Mistura reportagem e narrativa. E ainda na linguagem dos MCP, essa coisa cínica e vagabunda.

A informação está toda nas entrelinhas.

Anônimo disse...

Outro dia no bar o Zé comentou:

- Gosto mais do dia dos namorados do que natal e carnaval.

Esse Zé é mesmo um romântico.

Pensa a noitada que rolou com a banguelinha!


Abraço,
Victor

J i l s disse...

Ein... bem que tu podia ir ver minha peça né...
vê lá no blog...

minicontosperversos disse...

Bruxa - pensa um pouco e pensa que diferencial estratégico a banguelinha podia ter pra os caras brigarem por ela... aquele vazio entre os dentes...

Vitinho - ouvi dizer que o Zé sumiu hoje

Jills - olha aí pessoal; todo mundo no Teatro Novelas Curitibanas, dia 5 de julho (sábado) para ver "Pedro, porcos e as putas"; tamos morrendo de curiosidade

Toninho Moura disse...

Pois é, os homens vivem dando o bolo nas meninas e elas tem que recorrer às simpatias...
...
Meu camaradinha, no Dia dos Namorados o Dicas Sobre Nada está cheio de amor para dar!

minicontosperversos disse...

Bom pessoal. Já que não vamos postar hoje, lançamos uma enquete:

QUAL FOI O TAMANHO DA MAIOR FILA DE MOTEL QUE VOCÊ PEGOU NUM DIA DOS NAMORADOS?

iara disse...

maior fila?
só peguei fila duas vezes, por inexperiência, acho que semorou meia hora...faz muuito tempo
porque depois disso só comemoro fora da data, não tenho paciência pra restaurante cheio, garçom correndo e menos ainda fila no motel,acaba com parte do tesão...
também recomendo reservar quarto em hotel, tem café da manhã delicioso no dia seguinte na cama, e a noite toda, sem fila!
geralmente nasemana dos namorados tem promoção.
bjs

Flávia Brito disse...

Eu nunca peguei fila no motel. Mas há 4 anos fui barrada na porta de um porque estava sem documentos e a tiazinha que ficava na portaria cismou que eu era menor de idade.

J i l s disse...

Nunca fui... não vou poder ajudar na enquete...

minicontosperversos disse...

iara - valeu pela dica de reserva de um quarto de hotel; hotel é sempre melhor que motel, não tem aquela aura de "alguém acabou de trepar aqui"; se bem que para os clandestinos complica um pouco pela exposição...

flavinha (que agora é flávia brito) - quer deixar a gente tentado, né?

jills - ah, esclarece, por favor: nunca foi em motel no dia dos namorados ou NUNCA FOI NUM MOTEL?

J i l s disse...

nunca fui...
:S

minicontosperversos disse...

Vamos acreditar na hipótese de que isso seja mais pela disponibilidade de outro ambiente mais agradável do que pela falta de curiosidade...

Agora... aguenta os comentários da marmanjada aí...

F. Reoli disse...

A fé é o grande dente no país dos banguelas...rs
Abração

Camilla disse...

Haha o melhor desse blog é que eu sempre dou risada...=)

F. Reoli disse...

Gustavão, postei uma mostra virtual fotográfica que fiz sobre o transporte coletivo de São Paulo. Gostaria muito, se você puder, que passasse por lá, escolhesse uma foto e escrevesse umas linhas sobre a mesma pra eu poder postar no blog que criei para essa mostra, onde convido pessoas que gosto de ler, para escrever em cima de minhas fotos... Caso escreva, é só deixar o texto citando a foto em que foi inspirado na caixa de comentários... abração

maria disse...

Eu nunca tinha rezado pra Santo Antônio. Um dia comecei a rezar. Algumas coisas aconteceram. Ainda não pedi um marido. Ainda.