quarta-feira, 18 de junho de 2008

Meu destino numa putaquepariu

Todo dia duas três horas, seis dias por semana, o ano todo sem folga, apertado neste latão. Rodeado de rostos vazios sem expressão nem significado, de quem morreu faz tempo e não foi avisado. Comentários sobre o tempo, sobre a demora, sobre a falta de educação de quem se rebela. Todo dia eu olho para essas alças de putaquepariu e penso num jeito de passar minha cabeça por uma delas, e deixar que a pressão de uma freada mais forte me alivie como deus não faz.

Todo dia a mesma merda, e se a putaquepariu não me libertar, pelo menos vou dar assunto para esses coitados conversarem por uma semana.

16.06.2008 (170) - Foto: Fábio Reoli

16 comentários:

Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
minicontosperversos disse...

Esse continho saiu de uma proposta do Fábio Reoli, a partir de fotos bem legais que ele fez, com um olhar bem particular do transporte coletivo urbano.

Quando vimos aquelas alcinhas, achávamos que o nume usual era "putamerda". Consultando o pessoal aqui do trabalho, eles foram unânimes em dizer que é "putaquepariu". Daí a sacadinha do conto. O cara tentando se matar com a cabeça enfiada naquilo, como fosse uma forca.

Perverso? Nem tanto. Duas horas por dia no balança balança de um metrô ou ônubus lotado, e o cara ou pensa nisso ou vira "o encoxador" (esse, personagem do Toninho Moura).

E quem nunca encoxou ou foi encoxado que atire a primeira moeda.

minicontosperversos disse...

Ah, sim, a mostra do fábio tá no
http://coletivokaos.zip.net

iara disse...

puts!
muitoboa a foto e muito bom o texto.
ai fiquei com 3 músicas do chico na cabeça.
cotidiano, pedro pedreiro e construção.

eita vidinha de merda.

beijos

A Bruxa disse...

Eu fui lá no blog dele e adorei a galeria!
Seu conto foi em cima! Perfeito!
Ontem, voltando para casa, e olhando para aquelas putaquepariu, foi inveitável pensar em você e no Fábio ;)

J i l s disse...

Adooro... não o transporte coletivo claro!...
Mas infelizmente os "putaquepariu" não são comuns nos ônibus de Curitiba... na realidade só conheço 1 que tem... shit!
hehe

Camilla disse...

Caramba, toda vez que eu olhar pra uma alcinha de putaquepariu, vou pensar diferente haha

Beijoo

Mary West disse...

Por essas e outras q sempre ataco as cadeiras das velhinhas. Ou finjo-me de gravida mesmo. Hihihihih.

•Natalinha• disse...

Lembrei da época de faculdade,eu entrando no busão com cardeno,livro e o cacete,o bus lotado e ngn se ofereceu para segurar minhas coisas e ainda tinha nego se só faltava me bater,pq sem querer batia as minhas coisas nas costas de quem tava sentando.

Seus textos são ótimos...adoro!

Ah,vc tá me devendo uma visitinha ao meu blog,ele tá melhor agora,hehehehe

bjus

louise disse...

Ótimo, great!
Eu não tinha idéia do nome dessas alças. Parece coisa de matadouro, cativeiro.
"Putamerda" não era aquilo que tinha nos fusquinhas? (cultura ex-marido castro city, hahaha)

Beijo, mandou muito bem!

Anônimo disse...

É, sem dúvida me fez lembrar dos tempos de busão(época da facul), chegava na aula com cheiro de jaula e pensava q gastei horas me produzindo pra chegar fedendo asa e td tipo de cheiro horroroso,rsss...sorte q eu ainda não tinha meus surtos suicidas, kkkk
Bjo Gu
Nin@

Olhos Virtuais disse...

Olá....
Mto bacana seu blog heim...

Voltarei mais vezes.
Abraços

Edmundo C. disse...

Porra ! Um dos melhores do site , achei muito legal essa ideia do Fábio , praticamente faço o mesmo , mas sozinho , pego algumas fotos minhas e tento escrever algo relacionado a ela.
Estão um lixo xD mas são legais de fazer pelo menos.
Parabens pelo blog !
Um abraço.

minicontosperversos disse...

flavinha - o texto é foda, nós somos fodão

iara - sabe quem parou de ir nos shows do chico?

bruxa - os ônibus aqui em curitiba não tem PQP, os baixinhos sifu

jills - qual vc conhece? (não entendemos a piada)

camila - só não põe o pescocinho nela

mary west - como vc faz pra aparentar a barriguinha?

natalinha - vc anadava tão preocupada com os livros que nem percebeu o encoxador

louise - como dissemos lá em cima: conhecíuamos os putamerdas dos fuscas; mas o domínio popular puxou para o (ou "a"?) putaquepariu; vc sabe de onde vem o nome né?

nin@ - cheiro de jaula é o bicho; agora... fala mais desses surtos suicidas

olhos virtuais - falou brodão! tramos sempre aqui, enjoy "the zé" today

edmundo - falou ANIMAL! vamos lá visitar

iara disse...

bom eu não vou aos shows do chico em brasília...
uma fortuna!!!!! de acordo com ele, nem ele iria...
mas amo o chico. é o cara!

FERNANDO disse...

Pôxa, eu sempre chamei de paunocu. Decepcionei agora...

Mas o texto, realmente, é muito bom.