sábado, 21 de junho de 2008

Mulher de cueca

Eu e o Zé conhecemos as duas num desses finais de semana prolongados na praia. Não recordo os nomes agora, mas lembro dos apelidos que demos pra elas: Orelhudinha (motivos óbvios) e Dorminhoca (numa inversão de conceito, porque toda vez que ficava com ela, EU acabava dormindo).

De resto, o mesmo de sempre, saíamos para os botecos da praia, tomávamos algumas, amassos onde era possível... e um dia de noite as coisas esquentaram entre o Zé e a Orelhudinha, e como eu estava de carro, foram pra praia "andar", até que entraram no quintal de uma casa vazia — naquela região os quintais é que dão direto para o mar, sem rua. Beijos e bolinações, lua trincando no céu, a Orelhudinha — por sinal muito boa de corpo — virou de costas, colocou as mãos no muro e mandou pro Zé um olhar "me possua". Enquanto isso, eu dormindo no carro.

O Zé se animou e tirou a bermudinha dela. Uau! Estava de samba-canção por baixo. Percebendo a surpresa, ela explicou que era moda, que a cueca era do irmão. O Zé deu de ombros e continuou a função. Baixada a cueca (a dela), aí sim, uma tanga minúscula. Só que o Zé tinha tomado todas, e não sabe se porque estava passado, ou se pela lembrança da cueca, nem a bundinha linda iluminada pela lua foi suficiente pra coisa subir. Broxada clássica. E não teve "isso nunca aconteceu comigo antes" que acalmasse a menina.

E se pensa que essa é a parte triste da história, saiba que a Orelhudinha era a maior fofoqueira da praia, e conhecia todo mundo. Por uns bons anos o Zé ficou sem pescaria naquelas bandas.

:: 06.03.2008 ::

13 comentários:

minicontosperversos disse...

Depois de um longo inverno (aqui em Curitiba literalmente, com direito à gripe inevitável) o Zé está de volta.

A boa notícia é que aquele projeto de trabalho que estava nos consumindo acabou. Nesta semana voltamos a dar toda atenção para o MCP.

iara disse...

melhoras tá!? manda a gripe embora!

nunca vi a moda da cueca...tb não embarcaria...
serve a moda das calcinhas da vani(os normais)??

tadinho do zé, uma orelhudinha usa cueca nojentinha, ainda quer que o zé funcione depois disso...e pra piorar conta pra todo mundo que o cara falhou queimando o filme dele no pedaço?
afff...tadinho do zé..sou fã dele!

olha eu no lugar dela deixava pra lá ou tentava ressucitar o morto com respiração boca naquilo!
não sou vingativa!
tb nunca usaria cueca!
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

bjs

Gabi Andrade disse...

tadinho do zé ! hohoho

1)eu e a mary escrevemos pra capricho, daí esse foi o assunto de uma das pautas (Y)

2)ah... deu vontade de riscar :P
uoasihsihaiohsa \z

Camilla disse...

Coitado do Zé, fiquei com pena dele agora...

Toninho Moura disse...

Mulher de samba canção para mim é homem!

Louise disse...

Poootz, samba-canção?
Pobre Zé. Se homem eu fosse, bateria nessa mulher-macho-sim-sinhô.
hahahhaha

Beijo e melhoras!

Anônimo disse...

Se eu fosse o Zé gritaria: "Chuta que é macumba". Só não vale chutar bola de ´ass-falto`.

Victor

A Bruxa disse...

Parece que esse negócio de mulher com cueca samba-canção já faz um tempinho, né não? Eu lembro que veio uma moda (rapidíssima, graças a Deus!) e que a meninada usava, mesmo! Agora, usar a do irmão... Sei não...

Beijinhos na testa. Sara logo!

minicontosperversos disse...

iara - teve essa moda sim. lá pelos 1995... as calcinhas da vani são até que sexys

respiração boca-naquilo? talvez a orelhudinha não tivesse essa presença de espírito; o negócio delas era botar a boca no trombone

gabi - desperdício

camila - você é das poucas que têm pena do zé; ele é, sim, um romântico

toninho - pra nós é se tiver bigode

louise - com mulher não se bate nem com uma flor

victor - por incrível que pareça as duas histórias se passaram no mesmo FDS e com o mesmo "zé"

bruxa - isso mesmo; vc usou?

Olhos Virtuais disse...

falaí cara....
Rosinha Minah Canoa é um livro de José Mauro de Vasconcelos que conta a história de uma semente que vira árvore e é cortada para virar uma canoa, mas ela tem vida e a história é narrada pela visáo da semente e é mto interessante.

Boa semana
Obrigado pela visita ao Olhos Virtuais

camila disse...

Que contos bacanas!
Hahahahaha adoreiii!
Gostei demais dos blogs.
Beijo
=)

F. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
FERNANDO disse...

Aposto que o Zé viu mais que apenas a cueca. Aposto que tinha uma freadinha, aposto!