quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Fonte da juventude

Deu a fungada forte, limpou o nariz, virou para o Dórian e perguntou aonde ele tinha conseguido daquela qualidade. O Dórian não é bobo de entregar a fonte porque sabe que a Vandinha tem pata de elefante (onde pisa fode tudo).

Acabaram com a série e foram para o sinuca. Ela o deixou ganhar, pagou as bebidas, mas arrumou uma encrenca que acabou que o Dórian teve que descer o taco na cabeça de um valentão.

Vandinha deixou o Dórian em casa e pegou feliz a estrada, crente que tinha reexperimentado toda vida que proibiam a ela.

:: 17.09.2008 ::

42 comentários:

Larissa Santiago disse...

conhecendo os personagenss....
Vandinhaaa é das boasss
;)

A Senhora disse...

Vandinha acorda e percebe que a vida é mais ciclica e repetitiva do que ela poderia supor.

iara disse...

toda crente a vandinha...tadinha...iludida...
tédio com um T bem grande pra você!

Meyviu disse...

Algo como um Raul Seixas de saias?

Bem Resolvida disse...

o que tem de vandinha por aí....

Odonata Anisoptera disse...

Fiquei fazendo analogia com o escrito aqui em baixo que diz: "Escolher uma identidade"... a tal deve postar comentários em algum blog licencioso por aí também. Depois se inspira para aplicar seus "eus" de outros.
Ah! E é Pato Branco. Rs...

Taynar disse...

Para uns, isso tudo.
Para outros, isso é só o começo do que ainda tem pra ser descoberto.

beijos, moço

Maria Amélia disse...

Não sei porque me deu a impressão de que conheço uma Vandinha... aliás, acho que todo mundo conhece uma!

minicontosperversos disse...

bem, todo mundo aí leu o retrato de dorian gray, certo?

vam'lá

larissa - precisa conhecer o zé, querida; a vandinha tem vida curta no MCP

sra. mirian - é aquilo que falamos de preencher o vazio daquela metade esvaziada

iara - ah, iara, não dá pra julgar; julgamentos necessitam de uma introspecção maior

deu pra perceber que ela é uma prisioneira?

meyviu - como está o surrealismo lá? tipo isso mesmo; mas tem a curtney love viva ainda; e a amy da casa do vinho

bem resolvida / mariamélia - é? recomende o MCP pra ela; aliás, vandinha lembra vadiazinha, mas não é o caso

odonata - deixa a gente ver se entendeu; vc disse que tem vandinha por aí comentando em todos os blogs perversos?

é pato branco, sim, desculpe; mais pro sul; mas esse região toda do paraná é celeiro de moças bonitas

taynar - pode dar uma dica? o que mais tem pra ser descoberto?

Larissa Santiago disse...

até qando tu quiseresss!
;)


manda!!!

beijooosss

iara disse...

gustavão

pensando bem...quem não é prisioneiro?

bj

Flavinha disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Altavolt disse...

Ei Gustavão, a Vandinha fez sucesso, hein? Prefiro ficar com a Taynar, isso é só o começo do que tem a ser descoberto.
Quanto ao dedão no meu blog, fiquei curioso e fui pesquisar, porque não conhecia o filme "Até as vaqueiras ficam tristes", é com a Uma Thurman. Então, lendo a sinopse, percebi que o teor do dedão dela é outro. Pus o meu pensando mais em retratar um pouco de positivismo frente a tudo que vemos de errado por aí. Não tive, naquele momento, nenhuma intenção sacana, apesar de que percebi que dá margem a tais interpretações, rsrsrs, Grande abraço!

minicontosperversos disse...

larissa - deixa a gente procurar primeiro

iara - sim, uns das substâncias, outros dos preconceitos

e lembre que na história humanidade NUNCA houve uma civilização que não vivesse à base de algums "soma" (adous huxley - não a frase, mas a referência do "admirável mundo novo")

flavinha - há vazios e vazios; e formas muito loucas de (tentar) se libertar

altavolt - cara, mas o dedão é desproporcional

minicontosperversos disse...

Alguém sabe dizer por que o título do MCP, que era pra estar cinza, está preto, e as fontes da data e correlatas, que era pra estar pequenininha, está grande?

Será algum problema de código fonte ou html?

E não adianta mudar a configuração no layout.

Algum consultor sabe o motivo e pode dar a solução?

Daniel Salles disse...

Anti-depressivos não prescritos pelo médico!

Louise disse...

Flavinha falou tudo.

São vazios que se preenchem e depois perdem o sentido. Tipo gasolina misturada, um barato que sai caro.

Não tô julgando, adorei o conto, viu?

Mary West disse...

Certeza que a moça num durou até os 40.

Ragas disse...

Dá-lhe Vandinha Winehouse!!!!!

Abrazzo Ragazzo

Tem miniconto (não tão mini assim) novo lá no Van dos Quebrados!!!!!

Betty Branco Martins disse...

olá____Gustavo



obrigada pela visita_____________volta sempre:)


gosto da tua escrita______crua______real!




fazendo sentido_____sentindo a realidade dalguns "pedaços de vidas"






voltarei se não te importares:))







beijO___C____CarinhO

Larissa Santiago disse...

planto soja q dá mais dinheiro
eheheheh


;)

Daniel Salles disse...

Po, Gustavão!
Teu conto acabou influenciando meu conto de hoje...isso que dá ficar lendo os contos dos outros, no meio do processo criativo...hahaha!

Extase disse...

segundo minha expericencia a pior prisão é a liberdade, principalmentequando nao se sabge o que fazer com ela, mas enquanto amoça tivercurtindo vai ta tudo bom/bem pra ela. O problçemaé a oxidação do corpo que é causada pelo tempo.... e ai van oque tu vais fazer depois?

Gabriele Fidalgo disse...

Ou seja, a Vandinha garota-problema, ainda saiu no lucro e acreditando ser muito esperta. Mas aposto que o Dorian também ficou contente por ela ter pego a estrada.

Gostei muito do seu blog.

bjs!

Ela disse... Ele disse.. disse...

E volta Vandinha violentamente versando vez em vez visando voltar a ver vago vazio da vida.

Bemque avisaste que ela era pata de elefante..
Que triste não?

Cap. Nascimento

Enfil disse...

As fotos são de um fórum de imagens, da qual sou sócio. Portanto, segundo as regras desse fórum, tenho o direito de usá-las.

Entendeu, babaca?

Ah, claro. É outro babaca amigo da Iara.

Camilla disse...

Gostei da Vandinha!!

Beijos

minicontosperversos disse...

fidel - conhecidos como drogas de diversão; e quanto ao MCP virar influência, grande orgulho disso, pois vc tá mandando bem pacas!

extase - é inevitável; razão de processos de depressão e autodestruição de muitos dos grandes homens/mulheres pensadores de todos os tempo; fazer o que com a ruína do corpo? é inevitável; princípio básico da sustentabilidade (palavra tão chata que estão tão na moda): tudo tem um fim

lou - nada de julgamentos, apenas opiniões

mary - por que vc acha isso, linda?

ragas - tamos esperando seu e-mail pra dar a dica do link

betty - seja bem-vinda, poesisa de traços e símbolos tão diferentes; estética nova__________isso
s
i
m

larissa - o importante é produzir; enriquecer como o mauro blaggy e virar mecenas

cap. nascimento - tentados a traduzir todas as tacanhices terrenas; patra de elefante sim, fosse pintar o nome de verdade dela, e a coisa toda degringolava aqui

enfil - fórum bla bla regras bla bla direito bla bla; fórum é o que está tatuado na bunda gorda da sua mãe!

olha que bacana, pessoal; a mocinha que não tem nome nem rosto e só gosta de falar de tomar no rabo entra aqui pra dar uma de galo e nos chamar de babaca; estamos ofendidas, ofélia

camilla - quer o telefone dela?

minicontosperversos disse...

Olha, tá uma zona total esse negócio de fontes, htmls o cacete.

O blog fica do jeito que quer ficar e a gente se sente estéril.

Assim vamos desistir. Isso é coisa das perversettes que querem a coisa do pretinho básico. Só pode ser sabotagem.

M. disse...

Gustavo, mas tem gente aí que PRECISA, né não? Precisa armar barraco pra aparecer. Vai ver porque não consegue "armar a barraca"... tem muito frustrado nessa internet. Deixa dar ataque. Uma hora vai cansar. Pior é que, pelo que eu acompanhei, não sabe nem o que é plágio. A única que poderia reivindicar algo aqui é a dona da "perseguida", mas esta deve estar é feliz com toda essa confusão!

Quanto às letrinhas, meu caro, sinto muito, mas sou a pessoa menos indicada para dar qualquer dica. Embora ache o vermelhinho bem "básico".

Bj, M.

minicontosperversos disse...

Os amigos conhecem nosso maquiavelismo, né?

Sabem que com o que aprendemos (e escrevemos sobre) ganhamos alguns talentos como MANIPULAÇÃO.

Sempre sabemos onde queremos chegar. Sempre.

(he he he - risada nervosa)

Gabriele Fidalgo disse...

Um título com o nome de uma música do Led, foi 'covardia', né? hehe
obrigada pelo comentário.
só não entendi sua pergunta. Perguntou se eu tenho banda? Eu não tenho. [além das que guardo aqui na estante de cds, é claro hehe] :)

bjs!

Toninho Moura disse...

Será que ela ficou feliz?
Veja o novo capítulo do Fragmentos de um Romance, e descubra o que faz um dia ser perfeito!
Braços!

Edu C. disse...

Está anotado, conheço muita gente "pata de elefante", só não sabia como chamá-las!

minicontosperversos disse...

Pata de elefante sim, Edu. Igual ao governador do nosso estado aqui (PR).

Enfim(l), tem coisa que se não é pior incomoda mais. O chato.

Diz a lenda que na escola tinha um carinha que era chato, mas desses irritantes, teimosos, repetitivos, que niguém suportava.

Aí um dia ele cismou de chamar o coleguinha de pulga, pq truxe uma de casa uma vez, involuntariamente, se é que vc me entende.

Aí o chato chamava o outro de pulga, e foi enchendo o saco etc.

Mas os caras cresceram e o Pulga virou banqueiro de jogo do bicho. E como tal, homem poderoso e violento.

Não é que se encontraram numa festa e o chato começou a chamar o banqueiro de pulga. Pulga pra cá, pulga pra lá. O bicheiro chamou os capangas e falou "Vai lá e dá um freje nesse cara. Enche ele de porrada pra aprender a não mexer com quem não conhece".

Foram lá e o chato "Pulga" pra lá, "Pulga" pra cá. Enfim(l), deram uma cabaçada de pau nele, amordaçaram, amarraram as mãos e tudo mais. E batiam, batiam, e falavam: "Diz pulga agora, FILHADAPUTA".

Notaram que o chato, mesmo semimorto de tanto apanhar, sangrando até pelo TOBA, tava meio que agitado, se mexendo. Foram ver as mãos dele, e ele tava fazendo aquele movimentozinho de espremer pulga com as unhas.

Tomou mais uns cacetes e morreu. Ninguém sentiu falta, porque o ser humano perdoa tudo, menos a chatice.

O banqueiro? Cada vez mais rico.

iara disse...

gustavão,

mi amore. vc sabe que eu te adoro e que vc é para mim um amigo.
escreve muito bem e admiro isso.
além do mais me divirto sempre no seu blog.
mas deixa essa pessoa pra lá, não vai ficar enfeiando seu blog que tem qualidade com baixaria.

bjão

M. disse...

O objetivo do blog é a perversidade, mas a comédia está tomando conta!

Mariana disse...

Um beijo estalado muito bem dado e ótima semana.

iara disse...

gustavão a briga não é sua é minha. esquece essee cara. plis
adorei a intenção, juro.
mas preciso de defenser de gente desse tipo não.

Anônimo disse...

Perdoe a demora para responder...
Enfim, Amsterdam Sauer é o nome de uma joalheria, bem antiga - década de 40. Sua sede fica no Rio de Janeiro - palco onde ocorreu o episódio que relatei no meu blog.

Espero que tenha esclarecido.

Ps: interessante a história do sabonetinho.

vanessa benke disse...

Puts... não era para ser anônimo!

minicontosperversos disse...

mariana - beijão pra vc tb

iara - o recado foi dado; a natureza conspira a favor dos bravos, vc tá vendo

m. - a comédia da vida perversa, perversette anônima

vanessa - ainda bem que lembramos de como chegar lá de novo; pq veio com link capenga

obrigado pelo esclarecimento