sexta-feira, 7 de março de 2008

Barba por fazer

Ai que essa luz azul me arde os olhos ofusca a piranha plantada do lado do balcão, bem aquela que parece mais gostosa. Não sei se ela olha pro meu lado, não me vem coragem sem pelo menos eu saber da cara de ganância ou de nojo que ela faz de mim.

Porque ver, ela me vê, todo mundo me percebe, tanto que detrás da luz vermelha que pisca a mulatinha me vê e vem pro meu lado descarada mal chega se abaixa e coloca a mão na minha perna, ternura obrigatória de quem sabe o peso de criar os filhos com o jeito que leva com as pernas, verdade dos jogadores de futebol e das putas. Pago a cuba dela, moça de carreira curta, mas me arrasto para onde consigo desviar da luz azul, quero a sem-vergonha mais gostosa, posso pagar pela melhor de todas mas ela não olha.

Então com dificuldade me aproximo e chamo o nome que a mulatinha me entregou em troca da cuba, qual foi o susto que levei quando virou para mim e percebi que ela estava com a barba ponteando no rosto. Mas sou teimoso e fui com ela mesmo, no escuro-breu e sem encostar naquele rosto piniquento.


:: 23.01.2008 ::

6 comentários:

minicontosperversos disse...

O que tentamos aqui foi experimentar um jeito diferente de escrever, uma tentativa de imitar como uma pessoa simples escreve, aquele jeito de pensar em cascata, sem muita organização. Não é fácil pra quem busca um porque em tudo.

A bruxa disse...

Tá...
Depois do conto-homenagem, agora é uma experimentaçào... ;)

Larissa disse...

Ooi!
Então.. aquela foto não é minha. Mas achei muito linda. ;)
Por isso coloquei.

mensageira de luz disse...

Depois quer dizer que não foi a um CULTO DO TINHOSO!
Eu vi a reportagem na folha universal, pág.666 e acho que eles têm razão.
Vocês estavam 100% emaconhados e depois foram escrever putaria de putativo cunho chaveco heterosexual.
Caso não saiba, Deus não gosta desse tipo de relação e ele sabe que vc sabia e que, ainda assim, ficou bolinando a traveca até o ato final.
Resultado: tu tá ferrado, preibói!!

GuSTAvo - STA - SATÃ
GUstaVO - GUVO - em latim: adoro

Anônimo disse...

putz, essa é a do cara que já tá a 96º na escala do álcool, depois ainda desmentem que c... e p... não tem dono, kkkk.Nin@!

minicontosperversos disse...

Poxa, ninguém reparou na frase "de quem sabe o peso de criar os filhos com o jeito que leva com as pernas, verdade dos jogadores de futebol e das putas", a mais lapidada do continho. Enramos em deprê criativa, agora.