terça-feira, 25 de março de 2008

Éramos grandes cabaços II

O Zé, por volta dos 16 anos, pegava a Irene para uns amassos, em geral no cinema ou no parque. Era mocreinha mas dava pro gasto. Nunca teve coragem de apresentar aos amigos, dizia que era um "malho ocasional" (na época não existia a expressão "ficar"). O pior é que a moça era difícil, e o mais perto que chegaram de sexo foi uma punhetinha na casa dela numa tarde em que a mãe tinha saído. Acabado o serviço, ela disse que foi "sacanage" ele ter feito aquela "sujeira toda".

Dia de semana, a Irene ligou pro Zé comentando de uma prima recém separada que andava a perigo. Combinaram de se encontrar no cinema e, para surpresa dele, a prima era uma morena linda, vestida de calça branca modelo "espirrou estoura". O Zé chegou todo confiante, deu beijinho na boca nas duas, a Irene foi embora e ele entrou com a prima carente no cinema.

Sala quase vazia, filme começando, o Zé chegou perto para roubar um beijinho e ela enfiou a língua inteira na boca dele. Ela se atracou de um jeito de assustar, dando beijos e chupadas com muita vontade. Tinha um mau hálito estranho, mas o Zé nem ligou, e meteu as mãos nos peitos e no meio das pernas dela, que ao invés de reclamar incentivava. Deu um trabalhão pra baixar a calça justa da moça, mas valeu para tocar um pianinho, tudo muito bom, até que o filhadaputa da sala de projeção acendeu a luz do cinema.

Restaurados o escuro, a roupa e a vergonha, o Zé não conseguiu segurar e ímpeto da moça. Com a boca seca de um jeito que nem halls resolvia o bafo, ela subiu em cima dele determinada, procurando um zíper ou coisa parecida. O instinto de sobrevivência falou mais alto e o Zé arrastou a moça para fora. Se ela conseguisse o que queria, não se salvaria nem a carcaça do galinho.

:: 19.08.2003 ::

5 comentários:

minicontosperversos disse...

Tem gente que vai adorar ver o Zé se dando mal.

Anônimo disse...

Esse Zé é uma "entidade"?
huahauhauaauaha, excelente conto, parabéns!
Bjo
Louise

mirian martin disse...

Juro que achei que ele ia se dar bem! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Mas mau hálito é de lascar...

Anônimo disse...

Acho q começo a entender o sentido de alguns fatos...rsss esse Zé...mal sabe ele que é um alto esclarecedor das dúvidas femininas!!! Nin@

minicontosperversos disse...

SIM!!! Nin@. Esse é o espírito do Zé. De um jeito errado ensinar vocês a nos satisfazerem do jeito mais certo!