terça-feira, 18 de março de 2008

A casa dos desesperados

Toda vez que os berros da criança soavam na madrugada eu acordava assustado tentando imaginar que tipo de desgraça acontecia na casa vizinha (leia +)

12 comentários:

fantalaranja disse...

!!!!!!!

Anônimo disse...

então, eu também tenho esses problemas (lidar com HTML + gritaria no vizinho).
Isso faz de mim uma pessoa alterada?

Isch.


Bjo
Lo

Mirian Martin disse...

Esse negócio de gato, eu sempre me lembro de quando eu era pequena, com medo desses gatos safados e minha mãe me acalmando, enquanto que eu afirmava que era gato de bruxa. No dia seguinte ela foi me levar à casa da suposta senhora, dona dos gatos... A porta abriu-se e la estava o bruxo mais apavorante que já vi em minha vida!

Mirian Martin disse...

Agora... segundo minha vizinha do lado e meu marido insone, nada supera a minha vizinha da frente... A raiva é que eu sempre durmo nessas horas!!!!

Ana Paula disse...

Ai, nem me fala... Barulhos assustadorem me tiram o sono até hj... Só que agora eu sou a mãe que tem que acalmar o filhote... rs

minicontosperversos disse...

A TODOS: a idéia é que o conto sugira, com discrição, que rola a maior pancadaria naquela casa (violência doméstica). Atingimos o objetivo?

Lo: HTML + gritaria? do que se trata esse HTML?

Bruxa: que bruxo apavorante era esse?

Bruxa II: essa vizinha da frente? trata-se de pancadaria ou "griteiro"?

Ana: ninguém ganha dos gatos e da violência doméstica. Nem os fantasmas.

minicontosperversos disse...

Gatos transando, quer dizer.

Mirian Martin disse...

Descrição do bruxo: meia-idade, cabelo bem grisalho, sem qualquer corte, muito crespo e espetado para cim, em plena época de... (me recuso a dizer), rosto branco e pálido, mal-humorado, roupa preta, ou de roupão (o mal estar era o mesmo), e abrindo abruptamente a porta para uma criança de 5 aninhos com medo da maldita Suze.

Mirian Martin disse...

Descrição da vizinha: tipo boazuda, que gosta de falar alto, que manda em todos na casa dela.
Daí, no meio da noite, alguém diferente deste antro encantador, subverte a ordem, mas nem tanto.
Ela continua a mandar...
-vai, vai, vai.... ai, ai...aaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhh....
Eu não sei o resto porque a vizinha do lado não teve coragem de me contar e o meu marido estava viajando!

Lih disse...

macabro.
^^

Anônimo disse...

div
end

De manhã teu texto tava assim, sabichão.

minicontosperversos disse...

Mirian: explicado. o lance da vizinha era griteiro. ou "cantoria" como diz meu primo Julinho exilado em Recife.