sexta-feira, 22 de maio de 2009

Copo

Era paixão das fortes. Ela combinava com ele em tudo: gostos, humores, pele. Desde as primeiras transas concordaram que aquilo era fazer amor.

Então uma "coisinha" começou a incomodar. Ele já tinha namorado bastante, podia até se considerar experiente, e com as outras sempre foi a mesma pressão sensorial agradável de "acolhimento". Mas com ela, gradativamente, seu membro começou a ficar meio solto lá dentro. Conversar sobre isso, nem pensar, mas como ela não notava?

Numa transa mais quente ele tentou colocar um dedo junto, depois outro. Aos poucos foi acrescentando dedos, preenchendo aquele oco e se aconchegando mais. Em outras ocasiões, até os dedinhos dela entravam na brincadeira.

Era divertida aquela alternância de dedos e buracos, mas ela tinha só vinte e poucos... Como isso ia se resolver? Exercícios de fortalecimento? Pompoarismo? Cirurgia de reparação?

Como toda história tem dois lados, um dia ele chegou à doce conclusão de que ao invés de um defeito isso podia ser o aviso de uma grande qualidade: ele estava diante de uma parideira perfeita. Depois da primeira gestação, aí sim a relação deles tomaria o rumo da verdade.

:: 16.01.2009 ::

44 comentários:

minicontosperversos disse...

A volta do contista.

E se é pra voltar, que seja em alto estilo, mantendo o nível de "choque" dos continhos do "jogo".

Nada de misoginia, tá? Só um exercício de fantasia.

Carol disse...

Ôba! Que bom que está de volta!
E conseguiu, como sempre, surpreender... o conto começou bonitinho (seria um conto romântico?)... hum... daí, você foi, com jeitinho, alterando o rumo até fechar no grande estilo de um autêntico mcp!
Muito bom!
Beijos

Altavolt disse...

Em questão de perversidade, ninguém supera o mestre! abraço, Gustavão!

maria disse...

Pausa para o título: COPO.

(eu sempre de olho no título)

Fernando R. Silva disse...

Rapaz, se minha interpretação não está falha, posso saber se esse continho safado foi inspirado em fotos que nos chegam por e-mail? Hehehe. Copo foi foda.

Pergunta: copo americano ou daqueles tipo brinde da MC Donalds?

Vampira Dea disse...

Rapaz isso aí ta mais é pra balde mesmo, ainda bem que ele chegou a conclusão de que ela é boa parideira, já pensou se em vez disso ele descobre outra coisa?
Coloca os vinte dedos dele, os vinte dela, depois a cabeça pra dar uma olhadinha, bate palma grita: ô de casa e não tendo resposta, resolve entrar, gosta do calorzinho, da escuridão e fica morando dentro dela? Tadinha ter que carregar ele pra cima e pra baixo em todos os lugares...

maria disse...

Caramba... essa interpretação da Vampira Dea tá demais... o pior é que acontece MESMO.

Carol disse...

Vampira Dea,
Genial!
Pois é... a conclusão dele nem foi das piores... rs...
Beijos

Sentimental ♥ disse...

será q era só ótima parideira mesmo???
bjs

BitterSweet disse...

Sabe... o mais interessante de teus textos é imaginá-los.

Alessandro disse...

Paixão a ponto de enxergar perfeição em todo e qualquer "porém" na amada.
Por maior que ele seja.
Aliás, para o personagem, o título soaria ofensivo.
Romantismo freak, mas legítimo!
Grande retorno!

Sweet Toxicant disse...

"Como toda história tem dois lados", se ele sentir falta dum ambiente mais apertadinho, ainda tem outros 2 buracos pra ajudar...

Mas aí tem um porém: não seria ele que não tinha o membro suficientemente parrudo e por isso sobrava espaço?

Essa história tem mais de dois lados, hein! Hehehehe. Adorei o conto.
Beijos, mon cher.

Vampira Dea disse...

Maria e Carol,acho que o importante é que eles parecem felizes, pois sabem usar bem os espaços... Esse Gustavo rsrsrsr sabe é de coisa viu rrsrsrs

eLi disse...

Como foi dito acima, um das coisas legais de ler contos como esses, é o de imaginá-los.
Muito bom! (Engraçado é não ver ninguém chocado aqui, como costumo encarar normalmente).
Muito legal ler esses minicontos.

Abraço.

A Senhora disse...

E eu lá contando os dedos... Nossa! Será que vai colocar todos?! kkkkkk
Adorei a Vampira Dea! kkkk

beijinhos

nin@ disse...

kakaka, pelamor hein Vampira Dea! Você conseguiu dar um desfecho ainda mais hilário que o próprio Gustavo, rsss. È isso aí Gu, bom ter vc de volta...aki

J i l s disse...

acho que a máxima: lavou tá novo...
não funciona pra ela...
hauhauh
*piada infâme*
abstrai

ઇઉ tatyan ઇઉ disse...

Perversidade de conto e ironia de título. Ñ seria melhor bacia, balde ou caixa d'água?
:P
Bjos***


http://gts.gazinha.zip.net

Única e Exclusiva disse...

Se superou... de inicio deu uma misoginia, depois lembrei que estou no MCP, e relevei, rs.
adoro³³³

beijinhos na ponta do nariz ;***

Sweet Toxicant disse...

Misoginia não é um sentimento exclusivo do sexo masculino?
Porque sendo mulher e heterosexual, já é meio que esperado isso... rs
E se for homo, ela já tem preferência por mulher, se tiver misoginia não é homo.. é hetero ou assexuada...

nin@ disse...

MCP também é cultura!!! Muito bem garotas

minicontosperversos disse...

carol - mas ele é tão inocente...

alta - pára, meu amigo; olha o caso do fernando... se eu tivesse avô vivo ia passar uns três meses sem ver o velhinho, até esquecer da imagem

maria - acriatividade se limitou a lembrar de uma gíria aqui do sul; a gíria "copo" era bem usada por aqui, depreciativamente, claro!

fernando - foi não, amigo; como dissemos pra maria, é uma gíria aqui do sul

vampiradea - perfeita sua concepção... mas aí ele tinha que estar encolhendo; aliás, tem um conto do bukowski que narra exatamente essa história; recomendamos de fundo do coração

maria - acontece sim

carol - foi romântica

sentimental - provavelmente não

bittersweet - imaginá-la é bem melhor, podemos garantir

alessandro - você, sim, amigo, captou a essência romântica do escrito; mas veja, tudo depende do que acontecer depois do rebento gerado

sweet tox - quais dois?

quanto ao parrudo, ele mencionou o passado, o "acolhimento", e ficou claro foi um fenômeno que começou a se abater aos poucos

eLi - seja bem-vindo, amigo; e se você começar a ir mais fundo no MCP, desde lá o começo, temos certeza que vai mudar bastante seu jeito de pensar (feliz ou infelizmente); corre o risco?

sra. mi - provavelmente não

nin@ assim vcs deixam a gente com ciúmes

jils - se aplica sim, bela; se aplica a tudo

tatyan - imagina; copo pode ser de cristal; onde podemos beber os licores mais preciosos

ú&e - vindo de vc, bela, sempre elogio³

sweet tox - misoginia, vindo de onde for, é um tremendo desperdício

nin@ - vc sabe, bela, acima de tudo

Sentimental ♥ disse...

é, e ele não era só o cara mais feliz do mundo...
bjs

eLi disse...

Pois é, cara!
Esse exercício de voltar aos primórdios contos desse MCP eu já tenho feito sim.
Mas eu quis dizer povo "chocado", pois quando eu publico histórias que podem ser consideradas quase perversas, as pessoas se chocam e ficam pasmas. É quando eu digo "Pois é...isso aconteceu".

Abração.

Sweet Toxicant disse...

Ah que outros dois buracos? O C* e a boca!

Ah, já que ele gostou do copo, ensina essa pra ele: http://www.mundotosco.com.br/index.php/2009/05/25/arte-com-copos/

nin@ disse...

Gu, não fica com ciúme não, baby, sou mt bem resolvida. Acredite...
bj

Mari - é como quero ser chamada. disse...

Ahhh saudades do guapo!Te abandonei né?estava meio (tá bom, SUPER) down nestes últimos tempos, mas vc sabe é de praxe...
vem cá vai! dá um abraço!
Rs*
Beijinhos bem.

Sweet Toxicant disse...

Ah, eu extendi o seu convite que me fez de ir ver sua banda pra uma amiga minha, ok? Acabou surgindo o assunto no meu blog, do nada.. rs

Vampira Dea disse...

Vou procurar mesmo.Acho que na realidade essa é a grande fantasia dos homens, voltar ao utero,seja lá qual for, rsrsrs.

Jairo Souza disse...

Eu acho q o problema não era do copo! Ele não tinha um mebro suficiente conpatível com a experiência dela! FATO!

Stefany disse...

Só tenho uma coisa a comentar... Profundo... hahahahahahahahah

Stefany disse...

Ainda bem que ela foi descoberta como uma boa parideira... eu já estava me assunto com o final do conto!!! hahahaha... Interessante, com certeza...
bjos

Mel disse...

Ótimo conto, como sempre... já estava sentindo falta... rs

bjs

Victor Hugo Domingues disse...

Dae Gustavão, o que acha?

"... afasta de mim este cálice; todavia não se faça a minha vontade, mas a tua." (Lucas 22:44)

Abraço

Luciano disse...

Eia. Gostei da parideira. Mais ainda do conto, muito bom meu velho, sempre legal passar por aqui e curtir uma leirura da boa!!
Abração.

Ragas disse...

hehehe... fico imaginando que para a "Cirurgia de Reparação" o médico nem precisaria abrir a moçoila com bisturi; bastaria entrar por baixo.

Muito bom!

Lusca disse...

Pensei q ia falar q o bilau do cara é q era pequeno XD
primeira visita, mas gostei! voltarei mais vezes! =)

Toninho Moura disse...

Pelo que entendi, o buraco ia ficar maior... Sei lá!

Toninho Moura disse...

Aproveitando, "Punk Rock Táxi-mirim" é uma história do jeito que você gosta! Passa lá!

minicontosperversos disse...

sentimental - como saber, amiga sumida? conhece aquela sábia frase? eu era feliz e não sabia...

eLi - amigão, essa é a grande vantagem de ir, aos poucos, perververtendo os leitores; abrir um buraco moral neles através dos nossos escritos... essa é a nossa missão; insista um pouco mais no seu blog e... junte-se ao grupo

sweet tox - mas, bela? e as brincadeiras com os dedos; onde vc achou que eles estavam?

nin@ - a gente não gosta que joguem milho pras nossas pombinhas; e muito menos que as nossas pombinhas joguem milho nos outros = P

mari como vc quer ser chamada - dou sim, bela!!!! demorou; e quando ficar down, passe por aqui, leia os continhos que vc não leu ainda; ria... perverta-se

sweet tox - como dissemos lá: VENHA, vcs serao mais que bem-vindas

vampiradea - hum, achamos que está num dos dois EREÇÕES, EJACULAÇÕES E EXIBICIONISMOS, vc vai amar os doois; e passar a nos entender um poiuco mais

jairo / lusca - em certos casos nem um jegue tem bilau suficiente; e olha que não é nosso lado misógino falando

stefany - a imaghinação é ilimitada... muitas possibilidades

sabe que quando lemos o nome "stefany" aqui nos assustamos, né? pergunta pra alguém que frequentava o blog nas antigas...

mel - pode deixar que agora vai começar uma agitação total; adevinha por que?

fazia tempo quew vc não comentava né?

vitão - só vc pra colocar a bíblia no meio disso!!!! que seja feita a nota eterna e insaciável vontade

luciano - a casa é nossa, amigão; estamos nos sentindo em falta por não visitar mais o seu; mas ';e poir uma boa causa

ragas - exato, "selvicio" de latoeiro

toninho - é que o cara resolver esperar o estrago, mandar consertar e depois ver como ia ficar

Sentimental ♥ disse...

sim, minha velha conhecida.
bj

minicontosperversos disse...

sentimental - sempre tem um jeito de ir mais fundo nela; a grande sacada é virar a mesa

Sentimental ♥ disse...

é, estou precisando virar a mesa, mas estou com um certo medinho de derrubar tudo o q está em cima.
bjs

Mel disse...

Mesmo sem comentar muito estou sempre por aqui...
Bjs