quarta-feira, 20 de maio de 2009

Eu comi padre Marcelo porque eu não sei me controlar

Tudo bem, a gente tinha encerrado, mas essa contribuição de um amigo anônimo (este, especificamente, sabemos quem é, mas preferiu o anonimado) ficou GENIAL. Poética, rápida, cínica. Esse, sim, gostaríamos de ter escrito. Compartilhamos com vicês mais um exercício criativo-literário baseado no Jogo MCP 1

Saia.
Não posso ver.
Comprida, curta, mini.
Canelas, joelhos, coxas.
Saia.
No corpo. No chão.
Descontrolo.
Que era padre, só soube depois.

12 comentários:

minicontosperversos disse...

Cara, você se superou. Ficou BOM DEMAIS.

Altavolt disse...

O único senão foi não ter finalizado o padre, como certamente o Fernandão faria! rsrs

Fernando R. Silva disse...

Gustavão, de que foi esse? Muito bom mesmo!

E Altavolt, meu querido, pecha de pervertido e escatológico, sim. Agora de veado e profano já é demais! :)

A Senhora disse...

Muito bom!!!!

Uai, Fernando, come o avô e não come padre? kkkkkkkkkkkk

Mas que foi bom o mini, foi!

Meyviu disse...

Padre não tem pelo?

Carol disse...

Bom demais!
Mais um MCP genial!
É... este blog realmente é diferente... consegue perverter algumas das pessoas que comentam... e atiçar a criatividade!
...sempre superando as expectativas!
Todos estão de parabéns!
Ótimo jogo!
Beijos

Vampira Dea disse...

Aêeeeeee um miniconto, mini e maxi!
Mini no tamanho, maxi na qualidade e humor.Demais!

Fernando R. Silva disse...

Bruxinha, padre, não. Padre é pecado. :)

Agora, se tiver uma freirinha...

Única e Exclusiva disse...

Felonemal!!!

Brincadeira que rendeu, rs. Explora-se a criatividade assim, instigando!!!

Divertidissimo estas contribuições.

Bjos ú&e
PS.: Deveria ter tentado tmb, rs.

Fonseca disse...

Mas o que é isso? Fico longe do mundo maravilhoso dos blogs e, quando retorno, isto aqui está virado num tal de comi esse, matei aquele... (Tá, ok, esse comentário foi pra minha mãe ler. Agora vai o que não é pra ela ler: gostei!)

eLi disse...

Cheguei aqui por meio de uma colega de blog!
Muito legal a proposta e os textos aqui deixados!

Essa do padre surpreendeu!
Em se tratando dos tempos de hoje em dia, dependendo de como o tal for, é comido fácilmente!

Abraço

Anônimo disse...

safadeza

rsrsrsrsrs