sábado, 9 de maio de 2009

Jogo MCP 1

Primeiro você pergunta: mas o que é que um jogo pode ter a ver com os tais MiniContos Perversos? O blog é de histórias de aventuras loucas, literatura... nada a ver com jogos.

Mas o fato é que já jogamos faz tempo e você nem percebe. Nos comentários, nas contribuições enviadas pelos leitores e amigos, nos jogos de fantasia e imaginação... Lembram da brincadeira criativa nos comentários do post Frase para reflexão?

Nossa idéia com esses jogos que postaremos é dar MAIS interatividade ao blog e receber sinais de vida dos leitores que não comentam. Veio de uma brincadeira enviada pela amiga Ú&E. Obrigado, bela!

Preparados, queridas e queridos? Então vamos lá! Avisamos de antemão que não é inédito, tá? Pra começar, clique na imagem acima.

É óbvio mas não custa esclarecer: RESPOSTA NO CAMPO DE COMENTÁRIOS, OK?

44 comentários:

Sweet Toxicant disse...

HAHAHAHAHA!
Eu sou muito maldosa!!!
Olha o que deu o meu:

Dei uma voadora em um mendigo porque eu não sei me controlar!

Fala sério!! rsrs

Carol disse...

Boa idéia!
Ok, vamos lá:
Eu vomitei um pepino e não lembro o porquê!

Ju Bergmann disse...

hum....
Eu destrocei uma Gilete porque o Lula não tem dedo!

Uau...

louise disse...

hahahahaa


Consolei meu avô
PRQ EU ME ODEIO!

pqp, me fez rir, VALEU!!!

Ana Britto disse...

Eu transei com um ursinho de pelucia porque o lula não tem dedo.

Tem coisa pior que isso?
vou trocar de cor de blusa, rsrsr

Stefany disse...

O que a coitada da gilette tem a ver com o lula?! ahhahahaha... Foi ela ke cortou o dedo do lula, né?! ahueuaheuahuehaue....

Eu matei uma gilete porque o lula nao tem dedo.

Vou trocar de blusa pra ver se melhora isso aqui....

♪ Lorena disse...

eu comi o bob marley! (yeah!)
... pq estava calor e eu estava nervosa. uai.




é bom, acalma.

Meyviu disse...

Potaquiopario! Olha o que deu Gustavão:

Eu matei o Padre Marcelo porque o meu pai é virgem...

Única e Exclusiva disse...

Eu transei com a privada da minha escola porquê estava calor e eu estava nervosa!!!

Bjos ú&e
PS.: Qro conversar com vc depois.

Alessandro disse...

Comi a véia debaixo da cama não sei o porquê.

E o pior é que não adianta mudar a camiseta, as ações correspondentes ao meu aniversário continuam me envergonhando.

Isabela Dantas disse...

Irresistível o seu convite, hein?! Aí vai a minha "predestinação":

Chamei o Padre Marcelo para sair, mas não lembro o porquê.

Freud explica. Ah, explica.

Beijos, Gustavo, e parabéns pelo blog.

A Senhora disse...

kkkkkkkkkkkk e eu tão certinha...

Eu destrocei um Rogério Ceni não lembro o por quê.

Talvez eu lembre... talvez eu lembre...

Beijinhos, querido

Fernando R. Silva disse...

Eu comi meu avô porque odeio minha família.

O que me leva a crer que, além de gay e incestuoso, também estou morto.

Mari - é como quero ser chamada. disse...

ganhei no par ou ímpar de osama bin laden porque estava drogada.

Jairo Souza disse...

hauahuahuah

tadinha da véia!

Joguei uma pedra na véia debaixo da cama pq alguém me derrubou!
=P

Altavolt disse...

PQP, Gustavão:

Eu transei com uma Barbie porquê estava drogado.

Caramba!

Vampira Dea disse...

Eu maltratei o Jack Estripador porque o Papai Noel mandou.
Poxa eu gosto até de maltratar, a criatura merece, arrancaria as unhas, colocaria pimenta e colocaria ele o dia inteiro com palitinhos nos olhos assistindo Silvio Santos , Faustão e Gugu o Domingo inteirinho, porém não concordo pcom esa historia de Papai Noel, eu faria isso pra me divertir e não pq ele mandou, fala sério.

Vampira Dea disse...

essa rsrsrsr

minicontosperversos disse...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA]

VCS SÂO FODÁSTICOS

VAMOS CONTINUAR COLHENDO...

Sweet Toxicant disse...

Ah, Alta.. uma barbie? Tá aprendendo com o Zé? rsrsrs
Não pode! hehehehe

Gustavo, essa brincadeira tá dando certo aqui hein... ficou muito bom!!!

Ragas disse...

Gustavão, por que não estimular a criatividade da galera pedindo para que as pessoas escrevam minicontos perversos com o resultado do jogo? Olha o meu aí:

EU MALTRATEI UMA UNHA PORQUE EU NÃO SEI ME CONTROLAR!

É sério. Tudo começou quando a unha reclamou que eu não limpava a sujeira acumulada embaixo dela. Só que ela não falou educadamente, então, respondi: "Tá pensando que é grandes coisa, ô queratinazinha de merda!?!?!"

Ela me respondeu: "Na verdade, só tô pensando que sou grande, porque você é um maldito porco que não me corta!"

- Peraí! Porco, não! Sou corinthiano!"

Quando ela respondeu que o Ronaldo era gordo, perdi a compostura. Fui até o banheiro e abri a gaveta da minha esposa. Peguei um alicate de cutícula e mostrei para ela. A unha apavorou-se. Começou a sua queratina fria. Sabia o que aquilo significava: Tortura! Com um sorriso largo, apenas olhei para ela e disse:

- Se prepara, minha filha, porque eu vou arrancar uns bifes grandes o suficiente para alimentar o mendigo que apanhou da Sweet Toxicant!

The End

Abrazzo Ragazzo

J i l s disse...

Eu matei meu avô, porquê o meu pai é virgem.

hauhauh nada a vê
hauhauh

DIZDIZENDO disse...

Tô podendo...

Transei com a Gisele Bündchen e nao lembro o porquê!!

Nao sei pq, claro, nem lembro o pq, mas ela só deu pra mim.

Altavolt disse...

Gustavão, atendendo à sugestão do Ragas, envio o meu MCP do jogo:

Fria madrugada paulistana. Já passando das 4h00. Como de costume, a balada acabava sem um saldo muito positivo, sem nenhum abate que valesse a pena mencionar. Ainda por cima, aquela ressaca precoce, que já começava a se pronunciar. Eis que o Guga, um colega meio junkie, põe na banca umas graminhas de pó e todos resolvemos experimentar. Foi bater e valer. A partir daí tudo ao redor se modificou. Numa esquina da boca, percebemos um grupo de lindas garotas. Todas sorridentes, disponíveis, muito simpáticas. Para mim, acabou sobrando uma que, dadas as circunstâncias, era igualzinha a Barbie. Linda, loira, esbelta e bem torneada. Passamos a noite juntos e foi a melhor mulher com quem transei. Pena que nunca mais vi.

nin@ a volta disse...

putz, kkkk q foda!!! Chamei pra sair um mendigo pq estava dogada, kkk logo eu???? rssss essa foi ótima... agora um adendo: A senhora, escuta aqui, destroçar o Rogério Ceni???? Péraí um pquiho, aí já é demais... não gostei disso naummmmmmm humphhhh

louise disse...

tô passando 2 vezes por dia aqui, pra rir... o da Miriam e o do Fernando Silva me matam de rir, comentários excelentes!

maria disse...

Vomitei um novo Ford Ka e não lembro por que.

Ainda bem, se não lembro, não fiz!

J i l s disse...

pervertendo o tópico... quando é o próximo show??

Taynar disse...

Chamei pra sair o Bob Marley o porque eu não sei!

Minha cara nesses tempos =p

minicontosperversos disse...

Bem, não precisamos dizer o motivo que levou nosso amigo da frase

"Eu comi o Padre Marcelo porque não sei me controlar"

não postar o comentário, né?

minicontosperversos disse...

Lorena tava lendo o MCP sem camisa pra entrar no clima, é?

Ana, é só seguir o exemplo da Lorena que tua frase ficava bem mais verossímil (manda a foto depois)

Meyviu - percebeu a possibilidade de vc ser um MESSIAS caso isso se realize? pense a respeito e se torne um herói (como o Inri Cristo)

Ú&C - Olha outra aí que lê o MCP mais à vontade pra ficar no clima

Alexxandro - realmente; maldade fazer isso com a véia, não tem desculpa

Mirian - isso vindo de uma sãopaulina?

A do Fernando parece cena de quadro do Dali ou filme do Felllini

vampiradea - será que v faz parte de algum órgão secreto de segurança do vaticano e não se deu conta disso ainda?

sweet tox - brincar de barbie é coisa da nossa banda, a Sociedade Secreta do Rock, mas isso vc só vai entender num show

a jils deturpando toda uma ''arvore genealógica

a maria faz de conta que não lembra do que fez... Quantas vezes vc perdeu a memória, maria?

taynar - legalize; a gente sabe o motivo

os outros falam por si mesmos, como o do humilde autor do blog, que deu

EU COMI A COMIDA DA MINHA PRIMA DE SEIS ANOS PORQUE EU ESTAVA DROGADO

fácil né? nem dá pra escrever um continho, como propôs o ragas, pq a história já tem começo, meio e fim

quer dizer, no fim a tia véia deve ter comentado: esse gustavo fica o dia inteiro trancado no quarto ouvindo rique-roque e tomando miconha

foi lá, bateu na porta e me obrigou a ir na farmácia comprar papinha nestlè

Agora... alguns comentários?

A Senhora disse...

Vai aí a minha contribuição modesta, já que não sei fazer MCP.

Tenho o hábito de lembrar das boas coisas da minha vida. Por causa disso, lembro do meu último carro, um Idea lindo de morrer! Também por causa disso, dei a ele o nome do meu ídolo do momento, do meu time do coração – Rogério Ceni. Rogério para lá, Rogério para cá...
Até que um dia um miserável de um motoboy, gordo, com o símbolo do Corinthians, evidentemente, grudado naquela "frasqueira", me deu uma cortada em plena 23 de Maio.
Não era para ser nada, a não ser que nós dois estávamos em alta velocidade, numa noite para lá de incomum em São Paulo. Mesmo assim, nem sei porque as coisas aconteceram daquele jeito.
Bom... Fui parar no canteiro central, depois de capotar duas vezes. Não sobrou nadinha do meu Rogério Ceni, nem mesmo para correr atrás daquele gordo corinthiano.

Tata disse...

Kkkkkkk muito boa essa do jogo...
Fiquei pensando o que me levou a consolar uma gilete rsrs

"Consolei uma gilete porque o Papai Noel mandou"

Sim foi muito triste, em meados de Dezembro do ano passado "Noel" me ligou contando que estava tendo problemas com uma gilete que ganhou de um de seus duendes:

- Guria a gilete quer ser usada, ela está frustrada porque eu desejo ter barba! Não sei o que fazer!

Percebendo que o Natal chegava, e que Noel ñ podia se encomodar com isso, fui buscar a gilete sem saber muito o que faria.
Afff depois disso foi um sac...o, levei ela em vários consultórios de análise pra ver se ela perdia o trauma, mas ela andou tanto que acabou perdendo o corte. Hoje ela aguarda numa caixa de perfuro-cortantes pra ser insinerada.

Meyviu disse...

Eu matei o Padre Marcelo porque o meu pai é virgem...
Dizem que matar padre da azar. Agora, azar de verdade é ter um pai virgem... Me lembro até hoje o dia em que minha mãe me disse que meu suposto pai (aquele das fotos pois nunca o conhecera) tinha morrido aos 16 anos sem nunca ter transado e que ela engravidara sabe-se lá como, pois seu único namorado até então era meu suposto pai.
Os anos se passaram e com eles levaram também minhas preocupações em relação à minha origem. Até o dia em que vi um homem de mais de 1,90m cantando alto e em bom som: "Erguei as mãos e dai glória a Deus". Seu nome: Marcelo, sua posição: padre. Ele mesmo, Padre Marcelo, o sujeito que a vida inteira vi nos retratos que minha mãe me mostrava. Com certeza ela nunca prevera esse sucesso televisivo repentino.
O ódio veio a galope, tornei-me ateu, comprei um 38 de um antigo amigo e fiz o que qualquer um faria se estivesse na minha posição: Matei o Padre Marcelo!

Gostei muito dessa idéia Gustavão, fica aí minha contribuição!

Vampira Dea disse...

Sabe andei um tempo estudando sobre a inquizição será que em outra vida eu fui um torturador? Daqueles de capuz na cabeça? Hum...
Foi no final do séc. XIX (sou uma vampira ) eu estava em Londres passeando por ruas sombrias, quando me deparei com ele, o Jack sujeitinho meio asqueroso, estava com um canivete cego e cheio de dentes que havia destrinchado uma mulher desavisada, e ele partiu então com a faquinha para fazer o mesmo comigo.Nesse momento o Papai Noel apareceu com um macacão colant vermelho e uma cueca branca por cima do colant, e me ordenou: maltrate o Jack. Eu estava meio atordoada com o susto, nem era natal! Mas de pronto atendi a ordem do herói preguiçoso, já que ele deveria me salvar, saquei minha peixera da bolsa e comecei a cortar o jack pelas articulações enquanto ele cantava: me corte devagarzinho que me dói, dói, dói aí eu cortei mais miudinho temperei com limão, pimenta coco e azeite de dendê enquanto ele dizia: me tempere devargarinho que me dói, dói, dói, fiz uma moquequinha ali mesmo na esquina com um foguinho de papel e as roupinhas dele, ele continuava a cantar: me cozinhe devagarinho que me dói, dói, dói, comemos a moqueca eu e o herói Papai Noel preguiça e ele com a mesma musiquinha dói, dói, dói e só depois eu lembrei , entre um delicado arroto: era só pra maltratar...O pior de tudo foi que ele cantou quando saiu...
~Triste isso que escrevi...

minicontosperversos disse...

Sensacional!!! Ainda hoje publicamos os outros três.

Vocês querem nos deixar de férias é? Assim é moleza demais pro blogueiro-contista

Carol disse...

Que delícia este jogo! Atiça a imaginação (dos que são criativos) e minha curiosidade... Além de ser diversão garantida!
Ragas, Altavolt, Senhora, Tata, Meyviu e Vampira Dea: estão de parabéns, adorei o mcp de cada um de vocês!
Beijos

Altavolt disse...

Vamos lá, Carolzinha! Estamos esperando o seu MCP:

Eu vomitei um pepino e não lembro o porquê!

Tá pensando que a gente ia deixar passar batido? Beijão pro cê!

Tata disse...

Valeu Carol, a gnt faz oq pode, pegar uma brincadeira dessa a noite depois de um dia corrido, a imaginação flui... rsrs

bj

Carol disse...

Altavolt,
Vou confessar uma coisa: eu tentei escrever o MCP da minha frase, mas não consegui... Acho que minha criatividade brigou comigo e fugiu... minha imaginação então, coitada, está tão longe que nem ouviu meus apelos...
Minha frase está aí solta... a procura de alguém que consiga vencer o desafio e bolar um MCP bem legal pra ela!!!! risos...
Beijos

Sweet Toxicant disse...

Gustavo, improvisei um miniconto (mas como tudo o que faço, não foi tão mini assim... rs) com a minha frase:

Dei uma voadora em um mendigo porque eu não sei me controlar!

Era tarde da noite, tinha trabalhado demais, e resolvi ficar pra um happy hour com uns colegas. Quando saímos do bar, levemente alegres, notei que já eram 23h30.

Despedi-me do pessoal e comecei andar apressada para a estação do metrô. Assim que dobrei a esquina, um mendigo de aparência incômoda me abordou pedindo dinheiro.
Eu, apressada e impaciente, o ignorei e continuei andando. Ele veio atrás de mim, insistindo. Disse-lhe que não tinha trocado, e não tinha mesmo.

O mendigo então começou a passar-me um sermão daqueles, de como as pessoas não têm compaixão pelos necessitados etc .... Aquilo começou a me subir o sangue, porque notei que o safado não tinha fome... ele carregava uma latinha de cola consigo, e queria dinheiro pra conseguir mais, certamente. Como ele não parava de dirigir impropérios a mim, não consegui me controlar, como sempre, e lasquei uma voadora que acertou o braço do mendigo e mandou sua latinha longe.

Anônimo disse...

Gustavo, deu um tempinho para gestar um mcp e, no anonimato, vai:

Eu comi padre Marcelo porque eu não sei me controlar.

Saia.
Não posso ver.
Comprida, curta, mini.
Canelas, joelhos, coxas.
Saia.
No corpo. No chão.
Descontrolo.
Que era padre, só soube depois.

Fonseca disse...

Eu maltratei uma pedra porque o Felipe Dylon nasceu!

E daí, porra? Qual é o problema?

A pedra é minha.

MINHA, TÁ? MINHA.

Eu até poderia ter trocado de camisa, poderia ter nascido noutro dia, noutro mês, mas o maldito Felipe Dylon nasceu, E EU MALTRATEI UMA PEDRA!

marcio disse...

puts..
nao sou gay nao mas...
Eu transei com o rogerio ceni pq eu me odeio!