quinta-feira, 24 de abril de 2008

Luciana Tayanara, garota do fantástico


O Zé e a turma estavam num boteco na beira de uma praia paradisíaca tomando cerveja logo cedo. Apareceu uma doidinha vestindo um biquíni fio dental já meio fora de moda na época, não que o pessoal se importasse, era gostosa a danada. Sob o olhar reprovador da dona da barraca, a Luciana Tayanara (nome artístico, segundo o Zé) começou a mostrar a marquinha do sol, pediu para passarem “filtro solar” (na verdade um hidratante vagabundo) no bum-bum dela, tudo com um sorriso franco que revelou uma “janelinha” bem no dente da frente.

Todo mundo desanimou, menos o Zé, que botou ela no colo e foi alisando. O pessoal dispersou para fumar um baseado e o Zé chamou a louca para andar na areia de mãos dadas. O Miguelito pegou a câmera e foi registrar o romance, já que o casal ia na direção de um canto deserto da praia. Quando percebeu o fotógrafo, ela começou a fazer pose de garota do fantástico, mostrou TUDO. O ensaio foi digno de revista de sacanagem, com direito até a boquete, primeiro no Zé e depois no Miguelito (ela reclamou: "ele não relaxa, a coisa só fica mole!"). A festa acabou quando uma família caminhando se aproximou do local.

De volta ao boteco, uma dúvida existencial tomou os fotógrafos. Antes que comentassem o ocorrido, a “modelo” sentou no colo do Marquinho, e no embalo da marijuana ele começou a ensaiar um beijo na boca. Você acha que o Zé e o Miguelito seriam capazes de deixar o amigo chupar por tabela?

:: 10.07.2003 ::

18 comentários:

Victor Hugo disse...

Porra, o conto ficou do caralho!

Abraço,
Victor

gustavão sem tempo de logar disse...

Legal Victão!

Mas percebam. Tem uma pergunta no final do conto. Alguém se arrista a responder?

Victor Hugo disse...

Como bons cavalheiros o Zé e o Miguelito não têm memória, de outra forma comprometeriam a integridade de moça, então não contariam.

OBS.: A foto, provavelmente demonstra a preocupação!

J i l s disse...

Claro que seriam capazes...
E só contariam a verdade ao amigo, na volta pra casa (se ele voltasse sozinho) ou de manhã (após a noite com a Luciana)... hehe

Sacanas sim.

OBS: nem sempre comento, mas sempre leio...

Anônimo disse...

História boa, muito boa mesmo e o que é melhor, VERDADEIRÍSSIMA!!!
Quanto à pergunta, conhecendo o "Zé" como conheço e seu parceiro de "empreitada" e conhecendo o Marquinho, acho que eles não contariam, mas não contariam mesmo (eu também não contaria, só pra zoar depois).
Conto pra lá de verídico. Meninos, eu vi. Um abrax.

A Bruxa disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkk

Eu estava para concordar com a JILS! Mas, sério que é verídico?

Bota sacanagem nisso! rssss

Fada Sininho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MonkeyMan disse...

Tudo verdade. Ali, na lata. (Riso nervoso)...

o casalqseama disse...

miguelito não está acostumado com mulheres d atitude... rsrsrs, ficar mole ninguém merece!

qto ao xupar por tabela, ele já estava, não tinha como evitar... a ânsia e gostinho d sacanear o amigo falaram + alto com certeza!

sempre nos divertimos com tuas palavras... degustação visual e mental incrível!

bjs carinhosos da fê_casalqseama*

iara disse...

ahh certeza que não contariam!!!
ia perder a graça do dia seguinte...tipo
e aì amigão, meu pinto é gostoso???
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

perde o amigo mas não perde a piada

Anônimo disse...

Eles não contaram!!São homens, se contaram um dia,foi por mero acaso,ou por nivel alcoolico elevado.
Se fossem mulheres não contariam, na hora! Contariam a todas as "amigas", menos à envolvida.

minicontosperversos disse...

ATENÇÃO: Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhanca com pessoas ou fatos da vida real terá sido mera coincidência. Mesmo porque, pelo que nos disse o Zé, naquele dia ninguém estava muito com o pé na realidade.

Que outros participantes eventualmente presentes se manifestem.

MonkeyMan disse...

Caso o comentário que você postou acima deva-se ao receio que a Luciana Tayanara leia o post e parta para cima com aqueles megaprocessos de tablóides ingleses sensacionalistas, relaxe. Provavelmente a beldade não sabe ler. O que complica é a foto...
Escrevo como testemunha ocular (ainda que vesgo) da ocorrência (fictícia, é claro).

Zeca Martins, propaganda e marketing disse...

Porra, Gus, isso é pergunta que se faça?
Cadê a ética? amgo que é amigo não deixa sopa pros outros.
Por outro lado, é um conto perfeitamente adequado à perversidade, como é de supor haver num blog que tem o nome que tem.
Parabéns! Continue a perversão.
Zeca

minicontosperversos disse...

êêêêêêêêêêêêêê, o Martins que não gosta de ficção apareceu!! êêêêêêêêsquecemos o aniversário dele! ahhhhhh

Mary West disse...

Acho q foi uma boa amostra de como TODOS os tipos de drogas são no mínimo, atrapalhadas.

Lyn Monroe disse...

Acho q depende de quao amigos ele sao! rs
se nao contaram, bem, nao eram tao amigos assim,né??Rs
beijos!

FERNANDO disse...

Sem dúvida alguma! Eu deixaria! Kkkkkkkkkkk.

Gustavo, vou te lincar, ok?