segunda-feira, 12 de maio de 2008

Chupadinha burocrática

A gente tinha se conhecido pelo telefone por acaso. Começamos a conversar bastante, numas ligações dissimuladas e cheias de mistério. Ela se esquivava de um namorado chato que, analisando melhor, devia ser marido. Nos telefonemas ela sempre chegava no limite, mas nunca no sexo. Adorava provocar.

Marcamos um primeiro encontro e minhas expectativas estavam baixas. No final das contas ela era muito bonita, loira italiana, pele e olhos claros, lábios suculentos, seios grandes emoldurados por um decote exagerado à base de botões abertos mais do que o recomendável para moças que querem aparentar boa procedência. O combinado era só uma carona.

Carro em movimento, ela continuou a provocação. Elogiou minha boca e ficou esfregando as unhas longas nos meus lábios. Levei a conversa para o lado da safadeza e perguntei se ela estava curiosa. Ela disse que sim. Então eu disse “abra e veja”. Nada de beijos ou introduções. Ela abriu minha calça, colocou para fora e começou a acariciar.

Circulamos um pouco assim, até que parei o carro perto de onde ela disse ser sua casa. Toquei-lhe de leve nos seios, mas ela não me incentivou a continuar. Talvez sentisse culpa. Falou que tinha que ir. Uma das loiras mais lindas que conheci escapando entre meus dedos. Antes de sair deu uma chupadinha burocrática, o que seria só um começo. Desceu do carro preocupada em não ser descoberta e seguiu sem olhar para trás. Eu fiquei com a maior dor no saco e nunca mais vi aquela mulher. Ela era só provocação.

:: 11.07.2003 ::

15 comentários:

A Bruxa disse...

Duvido que fosse sentimento de culpa.
Quase aposto na brincadeira do rato o gato - mas pelo jeito alguém desistiu antes do bote. :)

iara disse...

hahahahaha
já fiz isso
como dizia mae west "Quando sou boa, sou muito, muito boa. Quando sou má, sou melhor. "

momento vingancinha suprema contra a raça masculina ...rs

tive um semana passada...acha oootemo!

A Bruxa disse...

kkkkkkkkkkkkkk (ops!)
Sentimento de culpa nessa hora, Iara... sentimento de culpa... (kkkk)

Tata disse...

+ de 5000 acessos!!!
muito bom, seus contos estão ótimos!!!
Bjosss

iara disse...

bruxa,

sentimento de culpa zero!

me amarro! depois conto rs

Jean Rocha disse...

Tchê, essa história de "um pouquinho hoje, mais um pouquinho amanhã"...
Se não souber liberar a dose certa acaba desestimulando mesmo.
Todo mis-en-scéne para uma "chupadinha burocrática"... e correr o risco de enfrentar mais burocracia na cama?
Não dá mesmo...

(pra ver como a mulherada abusa do talento para enlouquecer os homens e acaba afugentando os coitados)

Lígia Carvalho disse...

Eu ouvi dizer que os homens odeiam esse tipo de mulher, insinuante\provocante, mas que na hora H, beijo na bunda e até segunda.
Eu a chamaria de corta clímax.

hahhahhahah

Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
iara disse...

ai gente se é pra dar dê logo, senão quem vai comer é a terra...rs

mas que tem uns mocinhos que merecem a vingacinha ...ah merecem ...rs

minicontosperversos disse...

Mi: brincadeira? só se for de sadismo, tamanha a dor provocada

Iara: teve um semana passada é? então conta. AQUI

ah, sim, e se o caso fosse com a gente, não mereceríamos tal vingancinha

Táta: isso mesmo... 5 mil; queremos 50 mil em pouco tempo... mas pouco tempo para divulgar

Jean: puro maquiavelismo, manipulação... mas algo nos diz que naquele caso se tratava de distúrbio psicológico

Lígia: bom saber essa sua opinião, muito bom saber; sinal de que não há esse defeito de fábrica

Flavinha: e vai dizer que hoje você não guarda?

minicontosperversos disse...

Eiii, ninguém comentou das unhas. Nos lábios... nem vcs mocinhas aguentariam.

iara disse...

gustavão,

a historinha tá lá bo blog. muito grande pra caber aqui. tem que ter o contexto pra merecer tal tratamento.

bj

Mary West disse...

Tocou a campainha e saiu correndo. Very típico mesmoo.

Lyn Monroe disse...

Eu acho q homem as vezes bem gosta disso! rs
ja nao tava dando a pista desde as ligações que era so provocação??Rs

FERNANDO disse...

E se houver a Chupadinha burocrática II, tenho certeza que vai terminar em punheta. Nenhum homem aguenta a dor de tanta provocação assim. :)