sexta-feira, 23 de maio de 2008

Reality show daltoniano

— Oi, você vem sempre aqui no Passeio Público?
— É, de vez em quando dou umas roladas no gramado.
— Já viu o macaco que joga bosta no pessoal?
— Já, mas podemos ir lá assistir.

Depois de desviarem de umas bostas e comerem algodão doce:
— O que você faz da vida?
— Trabalho em casa de família. E você?
— Estou servindo no 20 BIB. Saio daqui a três meses. Vamos sentar aqui na grama, tá tão fresquinho...

E dá-lhe rolar na grama. Por trás das grades do zoológico, Curitiba assiste a mais um espetáculo enjaulado.

:: 28.11.2001 ::

20 comentários:

minicontosperversos disse...

Putz, para quem é de fora, algumas explicações, um tipo de glossário:

PASSEIO PÚBLICO - um misto de zoológico e parque no centro de Curitiba, inaugurado em 1886 (sim, no século XIX); é sombrio e ponteado de árvores seculares; uma discreta marginália ronda a região

20 BIB - 20º Batalhão de Infantaria Blindada; como fica relativamente perto do centro, abastece curitiba de recos afoitos por tirar o atraso

Jean Rocha disse...

Tchê, me deu uma baita saudade de Curitiba (estive aí em janeiro de 2007). Um dos lugares de que mais gostei foi o Passeio, só perdendo para o Costelão Kathedral e o Scwarzwald...

louise disse...

Pow, será que ainda rola reco e doméstica lá? Esses dias passei por lá (mas não entrei, hahaha), tinha a maior molecada tomando tubão/cheirando cola.

Mas aposto que quando vc era criança, gostava de ir lá, né?
Eu implorava pra me levarem.

E depois de chegar, implorava pra sair de lá, por causa do fedor das jaulas, argh!!!!
Bjo!!

minicontosperversos disse...

Jean: o Scwarzwald (Bar do Alemão) é bom mesmo; faltou conhecer o Beto Batata e o Zoião

Lo: adoramos essa sua curitibanice; morávamos lá na região, mas chegada a adolescência o interesse pelo Passeio e arredores redobrou, em decorrência da outra fauna

e o dia que uns amigos da gente foram presos lá porque estavam andando de pedalinho à noite (com o parque fechado)

a pergunta que sempre nos atormentou: por que as prostis do Passeio são gordinhas? alguém arrisca um palpite?

iara disse...

agora tb tô curiosa....
pq serão elas gordinhas? as colegas prostis do passeio?
explica aí....

J i l s disse...

Ah vai dizer que nunca viu elas fazendo tricô... hehe...
Acho que é a coisa mais bizarra que acontece lá no Passeio Público...
E mesmo sendo curitibana há 3 anos, posso dizer que conheço bem o Passeio, não sei por que ele me encanta... Moro no 19º e tenho uma visão linda dele da minha janela, meu lugar preferido pra no final do dia fumar um cigarro refletindo sobre a vida...
me empolguei né!
Bjus

Jean Rocha disse...

Taí... vou te pedir umas dicas... lá por Janeiro próximo eu vou ter que passar uns dias em CTBA pra fazer prova na UFPR. Aceito sugestões de lugares legais pra visitar!

Meyviu disse...

Po, eu to precisando urgentemente de lugares pra visitar aqui em Curitiba, fora o museu do Niemeyer. Alguém tem uma dica?

minicontosperversos disse...

Umas 100. Te mandei um e-mail Mavi. Me liga.

minicontosperversos disse...

Iara: não temos a resposta, não se trata de uma pergunta retórica.

como será que essas moças que trabalham na rua, que via-de-regra são as menos privilegiadas financeiramente, são mais "fornidas", ao contrário do que dita a lógica? alguém arrisca uma resposta?

Jills: não sabíamos desse detalhe de que elas fazem tricô enquanto ficam ali no trottoir. sensacional!!! por si só essa informação já valia um MCP. VC NÃO CONSEGUIA UMA FOTO DESSA CENA? publicamos com créditos, claro!

Jean: é só manter contato que damos o caminho das pedras

Flávia disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
J i l s disse...

Infelizmente não passo mais nos horários em que essa situação mais do que inusitada acontece... isso lá pelas 15h às 18h... hehe

iara disse...

ai gustavão....

mais uma investigação aprofundada que vou ter que fazer!!!

pq gordinhas???
1)os homens preferem?
2)não tem tempo para academia?(preferem tricô!)
3)comem muito biscoito? (ou dão o biscoito?)

ai ..são tantas dúvidas....

Fabianny disse...

auhauahauhauah

to miacabando de rir aquê!

Lígia Carvalho disse...

Saudade de vc, dos teus textos...
Ando meio sumidinha e agora venho dar umas risadas aki contigo, que humor aguçado e bizarro esse teu. Adoro :)))

Toninho Moura disse...

Qualquer lugar é lugar para um romance.

+*+::::::: Bruh Waltrick ::::::::+*+ disse...

Oi
Passa lá
Comente sempre! ^^
Lindo aquii, amei!
Bjux Bruna...postei agorinha, comente!

Srta. Rosa disse...

Blé. Eu sempre acho que as pessoas mais ignorantes são mais felizes. Um romance, hehe. Na grama. Ah, nós e nossas idiossincrasias. Bem qeu eu precisava de uma flechada de cupido fulminante...rs. Na grama, em qualquer uma. Hahahahaha!

minicontosperversos disse...

Desafios de vida superados neste FDS, vamos às respostas metidas aos leitores e a um conto novinho e bem emblemático:

Flavinha - você é uma otimista nata. lindo isso. mas sabe que uns anos atrás a meg ryan fez um filme deprê, né? só não lembramos o nome. ela namora um policial sociopata, o filme é todo dark... alguém ajuda a lembrar?

Jills - mas um dia, se der certo, faz lá, vai...

Iara - o pessoal não se animou com a enquete; mas temos dois chutes: a) elas comem/bebem demais pra compensar/esquecer, e devem ser coisas supercalóricas; b) elas são prolíficas, e como invariavelmente botam pra quebrar...

ALGUÉM TEM UMA TEORIA MAIS SÓLIDA?

Fabianny - a gente tenta escrever sério e olha o que a menina faz...

Ligia - não vem não que o motivo não é nobre; essa mania que a mulherada tem de arrumar namorado e sumir é imperdoável

Toninho - você é um romântico

Bruh/Bruna - registre-se que este é um ambienta para maiores, viu?

Srta. Rosa + Iara - nesta semana vamos colocar a mão na massa e publicar nossa teoria comentada

FERNANDO disse...

Hehehehe. Ainda bem que explicou, porque eu já ia pedir a legenda.